À beira da morte, Schumacher é abandonado e perde uma fortuna

Publicidade

0

Por causa do grave acidente sofrido em 2013, o ex-piloto Michael Schumacher, heptacampeão mundial de Fórmula 1, perdeu cerca de R$ 16 milhões em receitas anuais. E se já não bastasse perder todo esse montante em dinheiro, dois patrocinadores desistiram de investir na imagem do alemão.

Alguns médicos de Michael Schumacher chegaram até a ‘jogar a toalha’ em relação à sua recuperação. Nos meses em que ficou no hospital, o alemão perdeu 25% do seu peso e chegou a pesar 55 quilos.

Jornais ingleses afirmam que as empresas de moda Navyboot e Jet Set cortaram as relações comerciais com Schumacher. Ele teve graves ferimentos na cabeça após sofrer um acidente enquanto esquiava com a a família nos Alpes franceses, em dezembro de 2013.

A Mercedes e a empresa de gestão de riqueza DVAG garantem que continuarão com os contratos com o ex-piloto que, após meses no Hospital de Vaud, em Lausanne, foi transferido, em setembro, para sua casa em Gland, Suíça, para seguir com o tratamento.

Compartilhar