Camões reflete efemeridade do amor moderno no single “Paraty”

Publicidade

0

Em meio à sua turnê europeia, o cantor carioca Camões mostra uma de suas canções mais delicadas. “Paraty” reflete a efemeridade dos paixões e amores modernos e a agonia que essa sensação causa. Tudo isso envolvido em uma aura carioca agridoce. A faixa está disponível nas plataformas de música digital.

(Foto: Divulgação / Assessoria)

“‘Paraty’ é uma canção sobre a agonia de não se satisfazer mais com um relacionamento romântico. Uma canção sobre o vazio de quando amor termina assim, de uma hora pra outra, e o que preenchia não preenche mais”, conta Camões.

O artista mostra nessa música uma nova faceta para seu trabalho. Enquanto suas letras criam um universo cheio de lirismo, poesia, franqueza e bom humor, o novo single traz uma melancolia leve, como um fim de tarde. Na faixa, ele ainda faz uma citação a “Bye Bye Brasil”, de Chico Buarque e Roberto Menescal, no trecho em que enumera tudo que fez para tentar manter a paixão viva, comparando ao peso da jornada descrita na clássica canção.

(Foto: Divulgação / Assessoria)

“É o reconhecimento de que o que interessa para os casais que te causam inveja no Instagram, às vezes, não interessa mais para você. É sobre assumir a busca por uma felicidade própria que pode subsistir na solidão”, conta o compositor.

Atualmente em uma turnê em um formato intimista voz e guitarra por Portugal, Camões se prepara para seu primeiro álbum cheio, sucessor dos EPs “Cupim” e “Anilina” e dos singles “Cumbia da Gota” e “Nova Aurora”. O single é lançado pelo selo Milk Digital.

Compartilhar
Aficionado pela área de entretenimento, já teve passagem por diversos projetos e tendo inclusive aos 17 anos recebido convite para seu primeiro estágio na Fazart Produções, no Rio de Janeiro. Como colunista, já passou por vários sites de entretenimento conhecidos na mídia brasileira, como o Almanaque Mídia e o Minuto Livre. Atualmente é entrevistador e colunista dos site Registro Pop e do N10 Entretenimento.