Em entrevista, Karen Marinho fala sobre trajetória como atriz

Publicidade

0
Karen Marinho
Karen Marinho deu uma entrevista ao N10 Entretenimento (Foto: Reprodução)

Pensem nisto: uma criança de apenas dois anos que um belo dia foi firmemente até seus pais e falou que queria entrar para o curso de teatro. Pois é, essa garota existe, estamos falando de Karen Marinho, a Naomi de “O Rico e o Lázaro”.

Hoje com 26 anos já foi protagonista de produções como “Sítio do Pica-Pau Amarelo”, “Rebelde”, “Luz do Sol”, “Vitória” e “Escrava Mãe”. Ela é a prova viva de que se você um dia escolher seu foco e se dar de corpo e alma pra alcançar esse objetivo, você consegue!

Sua primeira vez nas telinhas foi aos 13 anos, quando fez Cléo em “Sítio do Picapau Amarelo”, por uma indicação da diretora Cininha de Paula. Cursos como o de mímica, sapateado e clown também contam como suas experiências. Hoje, só na Record, ela já conta com mais de 8 anos na casa.

Vencendo gradualmente cada desafio de sua jornada até aqui, Karen Marinho já foi lá do início no teatro musical até a difícil missão de interpretar sua primeira vilã. Confira uma entrevista com a atriz.

Com experiência tanto como atriz como na dança e no canto. Você acha que essas habilidades extras contribuem para seu trabalho como atriz?

Claro! Ainda mais hoje que já temos no Brasil um mercado de musicais tão importante! E o canto, especificamente, ajuda também na respiração, na construção de vozes para novos persoagens…. tudo soma!

No ano de 2005, você fez a Cléo em “O Sitio do Pica-Pau Amarelo” na Globo. Sendo essa produção baseada em uma obra do autor Monteiro Lobato. Como foi representar essa história para a televisão?

Na verdade o Sítio foi uma grande surpresa pra mim. Fiz um curso com a diretora Cininha de Paula aonde ela me convidou para o teste. Mas tinham muitas meninas sendo testadas e era para a protagonista da próxima temporada. Eu não tinha nenhuma experiência com TV. Então, para mim, foi uma honra fazer meu primeiro papel na Globo como protagonista de uma obra tão representativa para todo nós brasileiros.

Em 2007, você estrelou “Luz do Sol” na Record, onde teve a oportunidade interpretar sua primeira vilã, a Isabela. Como foi a experiência de construir sua primeira personagem vilã?

Eu era bem mais jovem que a personagem e isso também dificultava, além do fato de ser uma vilã. Foi muito importante pra mim essa oportunidade e, na Record, durante esses 11 anos, tive oportunidade de fazer personagens muito distintos. Isso foi o mais importante pra mim, na minha passagem pela casa.

Karen Marinho
(Foto: Divulgação / Assessoria)

Também na Record, você viveu Cilene em “Rebelde”. Sendo esse seu primeiro projeto voltado para o público jovem na televisão. Como você acha que foi a relação com esse novo público?

O sucesso de Rebelde foi muito grande e sinto muita saudade daquela época. É diferente lidar com esse publico porque eles são mais intensos, mais ousados…. osshows lotavam, na porta da Record tinha sempre fãs querendo tirar foto com o elenco. Foi um carinho muito lindo e é até hoje.

Atualmente interpretando a Naomi em “O Rico e o Lazáro”. Como é representar na televisão um momento tão importante da história bíblica?

Tivemos laboratório para entendermos a época e o momento histórico. É meu primeiro trabalho bíblico e tem sido um honra poder representar essa historia tão bonita e importante.

Como e quando foi que você decidiu que gostaria de trabalhar com a arte na vida?

Na verdade, com 2 anos eu já dizia que queria ser atriz. Mas meus pais me enrolaram bastante (risos) e só comecei a fazer teatro aos 6 anos. Mas sempre soube que era isso que queria fazer.

Você como atriz, vive uma profissão em que na mídia e na televisão se trabalha muito com a imagem. Por esse motivo, quais são os cuidados que você costuma tomar? Curte algum tipo de esporte?

Com certeza. Gosto de correr, de Muay Thai e fiz muita natação. São meus esportes preferidos.

Hoje em dia malho e corro diariamente com a ajuda da minha general (risos) Alessandra Marques. Ela faz séries que me ajudam tanto na funcionalidade do corpo como na questão estética. Maravilhosa!

Karen Marinho
(Foto: Divulgação / Assessoria)

Hoje em dia, é quase impossível negar que as redes sociais se tornaram uma ótima oportunidade dos fãs estarem cada vez mais próximos dos seus ídolos e também de se conhecerem um pouco mais. Como é a sua relação com os fãs?

Acho ótima. Não tenho muita intimidade com as redes, mas gosto de responder e estar sempre de olho no que está acontecendo. É importante que se sintam próximos da gente.

Na sua opinião como profissional, qual é a maior dificuldade em seguir a carreira de atriz?

O mais difícil não é entrar na carreira. É se manter nela e viver disso. São muitos altos e baixos ao longo da nossa trajetória e é importante manter a calma pois existe um tempo para tudo acontecer

Deixe uma mensagem para finalizarmos.

Já que falamos da profissão e de carreira, uma linda explicação do que significa o sucesso.

Sucesso
“Rir com frequência e amar muito
Ganhar o respeito das pessoas inteligentes
E a afeição das crianças

Merecer a apreciação dos críticos honestos
Suportar a traição dos falsos amigos

Apreciar a beleza
Encontrar o melhor nos outros
Deixar o mundo um pouco melhor
Seja por uma criança saudável,
Um canteiro de jardim ou uma condição social redimida

Saber que uma única vida respirou com mais facilidade
Porque você viveu.
Isso é ter tido sucesso.”

Compartilhar
Aficionado pela área de entretenimento, já teve passagem por diversos projetos e tendo inclusive aos 17 anos recebido convite para seu primeiro estágio na Fazart Produções, no Rio de Janeiro. Como colunista, já passou por vários sites de entretenimento conhecidos na mídia brasileira, como o Almanaque Mídia e o Minuto Livre. Atualmente é entrevistador e colunista dos site Registro Pop e do N10 Entretenimento.