Hackers invadem sistema da Sony Pictures e faz produtora parar filmagens

Publicidade

0
Publicidade

Um ataque de hackers fez com que a Sony Pictures suspendesse todas as filmagens programadas, o ataque também afetou a capacidade da empresa fazer pagamentos. A gigante do entretenimento é supostamente incapaz de fazer transações, ou fazer qualquer uso de um grande número de computadores, depois que um grupo de hackers ligados a Coreia do Norte desativou suas medidas de segurança e roubou informações valiosas. As informações são do Daily Mail.

Além de afetar os elementos básicos para o funcionamento da empresa, os hackers também vazaram uma lista com e-mails comprometedores, que acabou revelando que um alto executivo da Sony fez uma brincadeira racista com Obama, como também insultou Angelina Jolie. Uma fonte disse ao Times of London que a empresa não pode processar todos os pagamentos, o que por sua vez levou terceiros a cancelar filmagens. A escala da suspensão não estava imediatamente clara.

O Mail Online revelou que na última sexta-feira (12), uma cadeia de revelações foram divulgadas, aparentemente com o objetivo de prevenir a libertação da entrevista em um filme onde o ditador norte-coreano Kim Jong-un é assassinado. Os executivos da produtora não descartam uma alteração no roteiro do filme.  “Esta agora é uma história de americanos mudando seu filme para fazer os norte-coreanos felizes”, escreveu Rogen em um e-mail para Pascal obtido pela Bloomberg News. Em outro e-mail, ela cita a proximidade da Coreia do Norte com o Japão como uma outra razão para realizar mudanças. “Eu não tenho a menor ideia de como lidar com a política japonesa no que se refere à Coreia do Norte, então tudo que eu posso fazer é certificar-se de que a Sony não será colocado em uma situação ruim e até mesmo que é subjetivo”, disse Rogen.

 

Publicidade
Compartilhar