Hackers roubam novo Piratas do Caribe e exigem ‘resgate’ da Disney

Publicidade

0
Foto: Divulgação
Publicidade

Presidente e CEO da Walt Disney, Bob Iger revelou que hackers roubaram um filme da Disney e ameaçaram liberá-lo, a menos que o estúdio pagasse um resgate, segundo informa a imprensa norte-americana. Sem revelar o nome do filme, Iger disse que a Disney está se recusando a pagar e que estão trabalhando com o FBI para solucionar o caso.

Segundo o “The Hollywood Reporter”, Iger revelou o fato durante uma reunião com os funcionários da rede “ABC” em New York. A imprensa afirma que o filme roubado seja “Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar“, próximo filme da Disney que tem estreia marcada para dia 25 de maio deste ano.

De acordo com o CEO da empresa, os hackers exigiram uma “grande quantia” a ser paga em Bitcoin. Os ‘piratas da internet’ ameaçam lançar alguns minutos do filme “para começar”, e depois irem divulgando em pedaços de 20 minutos até que o estúdio resolva pagar o resgate.

A pirataria de filmes é uma enorme dor de cabeça aos estúdios. O “pedido de resgate” para a Disney acontece algumas semanas depois que um hacker publicou 10 episódios da nova temporada de “Orange Is the New Black” após a Netflix se recusar a pagar a quantia pedida. Os episódios foram lançados seis semanas antes da estreia oficial da série.

Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar

Em Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar, o capitão Salazar é a nova pedra no sapato do capitão Jack Sparrow. Ele lidera um exército de piratas fantasmas assassinos e está disposto a matar todos os piratas existentes na face da Terra. Para escapar, Sparrow precisa encontrar o Tridente de Poseidon, que dá ao seu dono o poder de controlar o mar.

Publicidade
Compartilhar