Na véspera do casamento, Antônia Fontenelle nega gasto de herança de Marcos Paulo

Publicidade

0

Em meio aos preparativos para o seu casamento com o funkeiro Jonathan Costa, Antônia Fontenelle tem se irritado com algumas críticas que vem recebendo de internautas sobre os gastos com a festança, marcada para 12 de dezembro, no Museu de Arte Moderna do Rio. O que mais tem deixado a atriz e apresentadora furiosa é quando relacionam a cerimônia ao nome do ex-marido dela, Marcos Paulo, morto em novembro de 2012.

Ela contou ao jornal Extra que o que mais a tem deixado furiosa é quando relacionam a cerimônia ao nome do ex-marido dela, Marcos Paulo, morto em novembro de 2012.

“O que me chateia são suposições e maledicências. Dizer que eu estou gastando o dinheiro da herança com o novo casamento. Primeiro, que o Jonathan não precisa disso. Segundo, muito menos eu, que sempre trabalhei. E terceiro, o que essas pessoas não sabem é que até hoje eu só gastei com essa história. Nunca ganhei R$ 1. Gasto para me defender, não é nem para pedir nada de ninguém. Não tem dinheiro de herança nenhuma e não ganho um centavo do Marcos Paulo”, explica.

A atriz, que viveu sete anos com Marcos Paulo, ainda trava na Justiça o direito de receber parte da herança. Em testamento, o ator e diretor deixou tudo para as três filhas: Vanessa, do relacionamento com a modelo Tina Serina, Mariana, do casamento com Renata Sorrah, e Giulia, da união com Flávia Alessandra. Contudo, antes de morrer, Marcos Paulo fez uma carta de próprio punho deixando 60% do seu dinheiro investido e do valor de sua conta para Fontenelle. Em abril do ano passado, Antônia chegou a ganhar na Justiça o direito a herança, mas a decisão do juiz foi contestada pelas herdeiras do ator.

“Me sinto agredida, mas não perco a cabeça, falo bem lúcida e bem calma. Essa coisa de fingir que a gente não é de verdade, não existe”.

Antônia afirma que a festa de casamento está sendo bancada por ela e pelo noivo. Mas deixa claro que o casal não recusa alguns mimos, como o oferecido por uma amigo para que eles passem a lua de mel numa das suítes luxuosas do Copacabana Palace, na Zona Sul carioca.

“No meu casamento, eu choro desconto. Como por exemplo, se o bolo custa R$ 20 mil, e eu falo, ‘ah, não!, faz por R$ 10 mil’, e consigo. Não estou sendo patrocinada por ninguém”.

“Mas quem quiser, ainda está em tempo. Principalmente porque Antônia escolheu muita coisa detalhada. E essas coisas detalhadas, não têm patrocínio. E nós queremos fazer do nosso jeitinho, que é muito melhor”, completou o noivo.

Compartilhar