Polêmica: Mãe de ex-dançarino do “Esquenta” alega que “Regina Casé é uma mentirosa e cretina”

Publicidade

0

Maria de Fátima Silva, dona de casa, mãe do dançarino DG, o Douglas Rafael da Silva Pereira, acusa o “Esquenta” de manipulação e chama Regina Casé de “mentirosa”. Ao longo de uma palestra na Semana de Reflexões sobre a Negritude, Gênero e Raça, que aconteceu em Brasília, Maria de Fátima recordou como foi gravar o programa logo após a morte do filho e não teve a oportunidade de falar o que queria.

Em um vídeo, produzido na última quinta-feira (20), ela relata alguns detalhes dos bastidores do programa da Globo, onde recebeu o convite para realizar uma homenagem ao filho. “Foram setenta e duas horas após a morte dele, eu recebi um convite e realmente senti que me arrancaram de casa, me levando para a TV e limitando tudo o que queria falar”. Esclarece ela.

Maria de Fátima explica também que alguém que provavelmente queria proporcionar uma vingança da falsidade de Regina e colocou uma agenda que pertencia a ela e a produtora do programa em sua bolsa. Nas anotações tinha instruções para a gravação: “não pode falar que foi a polícia”, “coloca as fotos sensacionalistas”, entre outras. Na segunda página da agenda, a mãe de DG afirma que havia uma reclamação polêmica de Regina Casé dizendo:

“Nunca foi minha vontade fazer programa para pobre nem periferia. A minha vontade era de fazer vanguarda, mas o Boninho não deixou”

Segundo a mãe de DG, as mídias sensacionalistas foram mostradas com a intenção de fazer a apresentadora chorar, para comover o telespectador. Para Maria de Fátima não faltou adjetivos contra Regina: “A Regina Casé é uma farsa, ela é uma artista, uma mentirosa”, acusou. Maria ressalta ainda que a apresentadora prometeu falar com ela após o fim da gravação, mas nunca mais entrou em contato e nem deu notícias.

A Globo se pronunciou através de uma nota, relatando que tanto a emissora quanto Regina Casé dão o maior apoio à Marina de Fátima.

Compartilhar