Raquel Fabbri ressalta a importância de sua personagem em Malhação

Publicidade

0
Créditos: Karen Gradet
Publicidade

Raquel Fabbri, 29 anos, pode ser considerada uma atriz completa – interpreta, canta, dança, dubla e é modelo plus size.
Com atuações marcantes na televisão, a atriz participou de grandes obras da dramaturgia, como “As Brasileiras”, o remake de “Gabriela” e “Alto Astral”, dirigida por Jorge Fernando. Também participou das séries “Cinquentinha” e “Tal filho, tal pai. Seu mais recente trabalho foi o piloto da séria “Sociedade PSI”, dirigido pelo ator Guilherme Leicam.
No teatro esteve em mais de 15 espetáculos, onde recebeu o Prêmio Avancini de Teatro de Melhor Atriz pelo espetáculo “Deu a louca na lenda” e o Prêmio de Atriz Revelação por “Maroquinhas frufru”.

Atualmente em “Malhação- Pro Dia Nascer Feliz” como convidada especial que veio pra movimentar a trama da novela, Raquel interpreta a personagem Mônica, uma modelo plus size famosa nas redes sociais e que entra com uma permuta na academia Forma pra ajudar a divulgar o local e o salvar de ser fechado.
Confira, abaixo, entrevista exclusiva com a atriz que ressalta a importância de sua personagem em uma sociedade tão cheia de padrões pré estabelecidos.

Você acaba de entrar na reta final de “Malhação- Pro Dia Nascer Feliz” como a Mônica, uma mulher que, apesar de fugir dos padrões criados por uma sociedade que acredita no corpo perfeito, é super bem resolvida, alegre e com uma auto estima enorme! Qual a importância de um personagem como esse para quem se sente excluído por não fazer parte desses padrões?

Extremamente importante! Tenho recebido muitas mensagens de meninas que estão aprendendo a se gostar por conta da personagem! Meninas que me agradecem por estarem se sentindo representadas na novela e isso me deixa muito feliz e emocionada! Saber que estamos conseguindo passar essa mensagem de amor próprio e de aceitação é algo indescritível.

Em suas entrevistas como Raquel, você sempre mostrou a mesma auto confiança da Mônica. Em um mercado tão competitivo como o da TV, você acha que essa auto confiança ajuda? Ela pode fazer a diferença na escolha de um personagem que não tenha um tipo físico definido?

Auto confiança é importante para qualquer pessoa e em qualquer carreia. É importante pra vida, pro dia a dia. É preciso Aprender a se amar antes de qualquer coisa ou qualquer padrão. Cada personagem tem seu perfil… O que precisa ser levado em conta é o talento de cada um.

Antes de Malhação, você também já participou de “Alto Astral” vivendo a Bia. Dentro desse contexto, quais as principais diferenças entre as duas personagens? Você acha que a Bia poderia aprender algo com a Mônica?

Claro! A Bia era uma menina insegura, que ainda estava refém de pessoas que a maltratavam e da própria não aceitação em relação ao corpo.

A Mônica se entende, se gosta e sabe que ser feliz. Se vê mais importante do que qualquer coisa que possa reduzir sua importância ou valor no mundo.

Quando e como surgiu a ideia de seguir a carreira de atriz? Se não fosse atriz, seguiria qual profissão?

Foi quando entrei para o teatro da escola. Foi lá que descobri um mundo que me pertencia. Sobre outra profissão, não sei. Acho que o que me move, o que amo e o que tenho verdadeira paixão é a carreira de atriz.

Qual é o maior desafio na carreira de uma atriz?

Temos que ser dedicados e estudar muito. Não é uma carreira tão estável pra quem está começando. Precisamos aprender de tudo um pouco para estarmos preparados física e emocionalmente pro personagem que vier.

Fale um pouco sobre seus projetos futuros.

Estou ensaiando a peça “Oi quer teclar?” com estréia marcada para agora, dia 20 de abri, às 21h, no Teatro Fashion Mall. É uma comédia romântica escrita por Diogo Franco e dirigida por Thiago Grecco. Além de mim, estão no elenco Josie Pessoa, Nando Cunha, Hugo Moura e Kakau Berredo.

Deixe uma mensagem para o seus fãs.

Sejamos felizes! Seu corpo, suas regras! Amem-se independente de qualquer coisa!!

Publicidade
Compartilhar
Aficionado pela área de entretenimento, já teve passagem por diversos projetos e tendo inclusive aos 17 anos recebido convite para seu primeiro estágio na Fazart Produções, no Rio de Janeiro. Como colunista, já passou por vários sites de entretenimento conhecidos na mídia brasileira, como o Almanaque Mídia e o Minuto Livre. Atualmente é assessor artístico da atriz Giulliana Succine e é entrevistador e colunista dos site Registro Pop e do N10 Entretenimento.