Record e cantor Pablo são processados por plágio

Publicidade

0

A participação do cantor Pablo no programa de Rodrigo Faro está dando dor de cabeça para a Record, segundo a coluna “Terraço Paulistano”, da “Veja SP”, a emissora, Rodrigo Faro e Pablo estão sendo processados por um compositor nordestino, sob acusação de plágio e apropriação de música.

“O Pablo foi até o programa do Rodrigo Faro, na Record, em maio, e chorou ao cantar a música “Mãe”. Fez todos pensarem que ele tinha escrito para a sua própria mãe”, alega Mônica Zilinskas, advogada de Marinho de Almeida. O autor da canção quer R$ 2 milhões de indenização da emissora, do apresentador e do astro do arrocha.

Segundo a coluna, a emissora estaria sendo processada porque mesmo após uma solicitação, a emissora não se retratou, como argumenta a advogada à coluna. Durante o programa, Faro declarou que a música era de autoria de Pablo, que não o corrigiu ou desmentiu a informação.

Procurada, a Record nega o processo e a assessoria de Pablo explica: “Em nenhum momento Pablo afirma ser autor da referida música. É fato que o cantor nunca mais conseguiu interpretar a canção depois da morte de sua mãe”.

Compartilhar