TV Cultura fará homenagem a Inezita Barroso e o “Viola Minha Viola”

Publicidade

0
Foto: Divulgação

Comandado por 35 anos por Inezita Barroso, o “Viola Minha Viola” será homenageado no programa da TV Cultura, que terá estreia em 9 de julho. Os programas terão apresentação da violeira, cantora e compositora Adriana Farias.

O primeiro episódio do programa será dedicado totalmente a “grande dama da música caipira”. O “Viola Minha Viola – Especial” terá 38 episódios e reunirá alguns dos melhores momentos e convidados que subiram ao palco e se apresentaram com Inezita.

Até seus últimos anos de vida, Inezita foi dona da maior audiência entre todos os programas da emissora. Renato Teixeira, Almir Sater, Sérgio Reis e o cantor Daniel estão entre os artistas que também vão ganhar episódios especiais.

Ignez Magdalena Aranha de Lima

Inezita Barroso, seu nome artístico, nasceu em São Paulo, no dia 4 de março de 1925 e faleceu em 8 de março de 2015, aos 90 anos. Foi uma cantora, atriz, instrumentista, bibliotecária, professora, folclorista, apresentadora de rádio e televisão no Brasil.

Ganhou o título de doutora honoris causa em folclore e arte digital pela Universidade de Lisboa e atuou também em espetáculos, álbuns, cinema, teatro e produziu espetáculos musicais de renome nacional e internacional.

Com o primeiro disco, vieram também os primeiros sucessos: o clássico samba Ronda, de Paulo Vanzolini e a caipiríssima Moda da Pinga, de Ochelsis Laureano e Raul Torres, que se tornou a mais célebre das interpretações. Ultrapassou a marca de cinquenta anos de carreira e de oitenta discos gravados, entre 78 rpm, vinil e CDs.

No programa, também haverá tributos a Jair Rodrigues, Tonico e Tinoco, além de outros artistas já falecidos. O “Viola Minha Viola – Especial” será exibido aos domingos à noite e há expectativa de que seja reprisado mais uma vez durante a semana.

Compartilhar
Jornalista. Redatora do Portal N10 Entretenimento e social media da Web TV Resolvi Casar. Trabalhou como repórter nas Prefeituras do Jaboatão dos Guararapes e da cidade do Recife e atuou como estagiária de jornalismo na AD Diper - Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco.