Programação da TV Bernardo Vieira

Altas Horas – 08/12/2018: Djavan é homenageado por Ivete Sangalo, Iza, Thiaguinho, Pablo, Emicida, Vanessa da Mata e Xanddy

Altas Horas – 08/12/2018: Djavan é homenageado por Ivete Sangalo, Iza, Thiaguinho, Pablo, Emicida, Vanessa da Mata e Xanddy

No Altas Horas deste sábado, 08 de dezembro, Djavan é homenageado por Ivete Sangalo, Iza, Thiaguinho, Pablo, Emicida, Vanessa da Mata e Xanddy

Eles representam diferentes estilos musicais: axé, samba, pop, pagode baiano, rap, arrocha, MPB. Mas na noite do dia 8 de dezembro se reúnem no ‘Altas Horas’ para cantar os sucessos de um dos maiores ícones da cena musical brasileira: Djavan. A convite do apresentador Serginho Groisman, Ivete Sangalo, Iza, Thiaguinho, Pablo, Emicida, Vanessa da Mata e Xanddy participam do programa que se dedica inteiramente a homenagear o artista. “A primeira vez que eu vi o Djavan foi no Festival Abertura, no Teatro Municipal de São Paulo (1975). Eu tinha 20 e poucos anos. Foi a primeira vez que eu o vi e já adorei”, declara Serginho.

Djavan, claro, é o convidado de honra e não fica de fora, marcando presença na atração para aplaudir e se emocionar com o gesto dos cantores, afinal os sete se declaram fãs absolutos de seu trabalho e repertório. Eles cantam os hits que o Brasil inteiro conhece e ama, como os clássicos “Flor de Lis”, “Sina”, “Um Amor Puro”, “Linha do Equador”, e mais.

Os convidados revelam suas músicas favoritas e relembram as primeiras vezes em que encontraram com o ídolo Djavan depois que já tinham alcançado a fama. Thiaguinho, por exemplo, conta que ficou tão nervoso com o encontro que chegou a tentar evitá-lo, mas se diverte ao lembrar como o destino fez tudo acontecer, apesar de seus esforços: “A gente se encontrou em um hotel em Campinas. Eu fiz um show à tarde e ele tinha feito na noite anterior. Quando a minha van encostou, ele estava saindo do hotel. Então eu disse “para, não quero encontrar com ele, depois a gente vai, eu sou muito fã”.

Só que ele esqueceu alguma coisa no hotel e voltou. A gente se reencontrou na entrada do elevador. Aí ele falou “Thiago!”. Eu pensei “Meu Deus, sabe meu nome!”. Nós batemos um papo. Depois, entrei no elevador, fui até o meu quarto, tive uma crise de choro e mandei mensagem para a família, para a minha esposa”, diz, entre risos e causando as risadas de todos. “Meus pais me deram essa herança. Os primeiros discos que eu mexi na minha casa eram dele”, completa.

Tudo isso e muito mais você pode conferir logo após mais uma edição do Zorra, começando por volta das 23h, na Rede Globo.

Sobre o autor | Website

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.

Deixe um comentário

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.