Ana Beatriz Godoi vai processar Luisa Mell

Publicidade

0
Fotos: Lipe Aramuni / M2 Mídia

A jornalista Ana Beatriz Godoi, madrinha da Unidos de Vila Maria, acordou no domingo (11) com uma enxurrada de xingamentos e críticas nas suas redes sociais. Tudo porque Luisa Mell – que é defensora dos animais – replicou uma reportagem falando sobre a sua fantasia, confeccionada com 3,8 mil penas de faisões. Disposta a levar o assunto à Justiça, a integrante da escola de samba contou que até a sua família foi atacada.

“O que ela fez foi incitar toda essa violência, fui julgada e condenada pelas pessoas nas redes sociais. Feriram a minha moral, da minha família e da minha escola. Não posso deixar isso passar em branco, já conversei com meu advogado que entrará com a ação nos próximos dias”, disse Ana Beatriz. “Respeito a opinião de todas as pessoas e ativistas que são contra o uso de penas. Mas, tenho uma opinião um pouco diferente sobre o assunto. Não acho que podemos falar de exploração animal quando sabemos da origem dos materiais”, pontua.

Fotos: Lipe Aramuni / M2 Mídia

Ana Beatriz garante que quando compra qualquer pena, com auxílio do seu estilista, procura saber antes de mais nada a origem. Além disso, destaca que hoje a fiscalização é mais rigorosa na importação desses produtos. “Precisamos saber de onde vem as penas, e claro, se os animais sofrem alguma crueldade. Se os animais são respeitados e o material tem procedência, qual a razão de polemizar?”, pergunta indignada. “Não podemos admitir esse radicalismo”.

A madrinha da Vila Maria faz uma comparação do Carnaval com os rodeios. Duas paixões que movem milhões de pessoas todos os anos e no mundo todo. “Estamos falando de cultura, de povos e de tradições. Não podemos deixar tudo isso para trás por conta do radicalismo e da opinião de subcelebridades. Isso é tão vazio quanto tentar impor uma filosofia vegana a um comedor de carnes. Temos o direito de escolher, sempre!”, defende. “Não podemos ser julgados simplesmente por comprar penas ou comer carne”.

Ana Beatriz está há 15 anos no Carnaval de São Paulo e estreou esse ano como madrinha da Unidos de Vila Maria. A beldade já passou por outras agremiações bem tradicionais como Império de Casa Verde e Rosas de Ouro.

Compartilhar
Nasceu no dia 14 de maio de 1998, na cidade de Niterói, região metropolitana do Rio de Janeiro, filho do designer gráfico Luiz Carlos Falcão Moreira (1945 - 2012) e de Lucia Maria Rocha da Silva. Seu pai morreu vítima de um câncer pulmonar no dia 8 de outubro de 2012. Hoje, Moreira vive com sua mãe e seu padrasto, o médico veterinário Vladimir Fernandes da Silva. Cursou técnico em engenharia naval entre os anos de 2015 á 2017 na Escola Técnica Estadual Henrique Lage. Cursando publicidade e propaganda na Universidade Estácio de Sá. Começou a carreira na área de comunicação social em jornalismo, através do extinto site ”Almanaque Mídia”. No dia 30 de janeiro de 2017, publicou sua primeira matéria profissional com a atriz pernambucana Malu Falangola, quem estava no auge na época por causa da novela “Malhação”, da Rede Globo. Após ter lançado outras matérias com Érika Januza, Fernanda Concon e outros artistas do SBT, Moreira recebeu a notícia do cancelamento do portal. Uma semana depois recebia o convite do jornalista Daniel Neblina, editor-chefe do RegistroPop em Brasília, lugar por onde permaneceu durante mais de um ano, até o dia 11 de maio de 2018, quando o portal mudou o editorial. Com mais de 100 exclusivas assinadas no seu primeiro ano de estreia, hoje é editor e colunista no N10Entretenimento, MinitoLivre e mais posteriormente no site de música CentralBrasil. No caso do MinitoLivre, passou em 2017, dois meses fora da redação, até que o atual proprietário, Leandro Mendonça, decidiu retornar com Moreira. Atualmente, também está envolvido com os portais “TudoInformation”, “BreakTudo” e com a organização do “BreakTudo Awards”. Seu principal segmento é de entretenimento e celebridades. O mês de março de 2018 marcou o início de sua carreira internacional, quando fechou uma parceria com a STATUS-PR, uma agência de comunicação em Los Angeles. A primeira matéria foi com a cantora Megan Nicole, logo depois, a parceria deu frutos a Lindsay Morgan e Violett Beane, protagonistas da série The Flash e The CW 100.

Deixe um comentário