Após 10 anos, Christiane Pelajo deixa a bancada do Jornal da Globo

Publicidade

0

Christiane Pelajo não é mais apresentadora do “Jornal da Globo”. O diretor-geral de Jornalismo da Globo, Ali Kamel, informou em comunicado na tarde de ontem que a jornalista se dedicará a um novo projeto jornalístico e que William Waack passará a comandar o jornal sozinho.

De acordo com informações do jornalista Daniel Castro, do site Notícias da TV, com a mudança, a Globo fará algumas mudanças no “Jornal da Globo” para deixá-lo mais informal, como ocorre com o “Jornal Nacional”.

A jornalista era apresentadora do “Jornal da Globo” desde 2005, quando entraram no telejornal no lugar de Ana Paula Padrão, que se mudou para o SBT. Na época, Pelajo era apresentadora da “GloboNews”.

Uma crise na relação com o editor-chefe Jorge Sacramento e a ausência de vida social seria o motivo para a saída de Pelajo do jornalístico. Segundo o colunista Flávio Ricco, do UOL, não havia mais clima para Christiane por lá e frequentemente ela vinha cobrando uma posição da emissora para se desligar do programa.

Oficialmente, a Globo diz que a saída da apresentadora do “Jornal da Globo” foi motivada por “razões pessoas e compreensíveis”. A jornalista vai se dedicar a um novo projeto jornalístico, sem data definida. Não existe qualquer possibilidade de ela seguir o mesmo caminho de Fátima Bernardes e Patrícia Poeta no Entretenimento.

Leia o comunicado distribuído por Ali Kamel, diretor-geral de jornalismo e esporte da Globo:

“Depois de dez anos na bancada do Jornal da Globo, ao lado de William Waack, Christiane Pelajo vinha solicitando mudanças de horário por razões pessoais e compreensíveis. Combinamos que isso aconteceria quando surgisse um novo projeto. Esse novo projeto surgiu. Ontem (quarta), conversamos, e decidimos que ela se dedicará desde já a ele[novo projeto], que será anunciado em breve. Por esse motivo, deixa desde já a bancada do JG. Antes, porém, Chris terminará uma série do JG a que está dedicada há alguns meses.

Nesses dez anos, Chris demonstrou todo o seu talento dividindo a bancada com Waack. Fez grandes coberturas nacionais e internacionais, séries de reportagens de fôlego e ajudou o JG a ter a reputação que tem. No novo projeto, terá certamente o mesmo desempenho. A partir de hoje, William Waack passa a ser o único condutor do Jornal da Globo, e fará, graças ao seu brilhantismo e capacidade de análise, o telejornal cumprir ainda mais profundamente a sua missão: contextualizar e explicar as noticias do dia, situando o leitor diante delas, sem deixar de dar todos os acontecimentos da noite. Juntamente com Jorge Sacramento e toda a equipe, ajudará a implementar mudanças de formato, linguagem e conteúdo… Tudo será feito de forma paulatina e sutil. Por isso, não se pode falar em um novo JG, e consequentemente não haverá sequer data de estreia. Waack é o profissional talhado para um noticioso como o JG. Brilhará, como brilhou até aqui. A todos, boa sorte“.

Compartilhar

Deixe um comentário