Band cancela “Agora É Tarde” e pode rescindir contrato com Luiz Bacci

Publicidade

0

A Band anunciou que irá trocar o Agora É Tarde, de Rafinha Bastos, pela série Roma. A superprodução reproduz com incrível fidelidade histórica e impressionante realismo os costumes da época e os turbulentos anos de 52 a.C a 44 a.C, período que abrange o nascimento do Império Romano e a ascensão e queda de Júlio César.

De acordo com o jornalista Daniel Castro, do site “Notícias da TV”, a extinção do programa, anunciada nesta segunda-feira (23), trata-se de um enxugamento de custos. Até o dia 2, a Band promoverá um corte de funcionários que reduzirá entre 5% e 6% os seus custos totais. A cúpula da emissora também estuda rescindir contratos de profissionais que estão subaproveitados. Na emissora desde o final de maio do ano passado para apresentar um programa diário e outro semanal, Luiz Bacci deverá ter seu contrato rescindido. A decisão será tomada até sexta-feira.

Ainda segundo o jornalista, apenas José Luiz Datena, do Brasil Urgente, e Ricardo Boechat, do Jornal da Band, estão com seus empregos garantidos no momento. A Band, no entanto, não irá tirar mais programas do ar. Em dezembro, a emissora já tinha eliminado o Tá Na Tela, de Luiz Bacci, o Polícia 24 Horas e o Sabe ou Não Sabe. O talk show de Rafinha Bastos quase foi no pacote. “Tentamos salvá-lo”, diz um executivo da emissora. O Agora É Tarde voltou ao ar em março, mas, com uma produção “sofisticada” e dando prejuízo, não sobreviveu aos efeitos da crise econômica e política que toma conta do país.

A crise econômica no país também afetou as outras redes de tv brasileira. O SBT, por exemplo, resolveu deixar para depois o segundo horário para novelas inéditas. A Globo não está mais segurando seus artistas caso sejam sondados pelas concorrentes, como foi no caso de Xuxa. Já a Record, segundo o jornalista Flávio Ricco, demitiu funcionários dos mais diferentes setores, número próximo a 300, logo ao término da novela “Vitória”.

Compartilhar

Deixe um comentário