Banda Discopraise se apresenta em teatro no Rio de Janeiro

Publicidade

0
Foto: Divulgação / Luquinhas

Gravado no final do primeiro semestre de 2016, Palavra, Som e Poder – LADO B é o sexto CD e segundo DVD, da banda DISCOPRAISE, formado por Clayton O’lee, Cláudio Gomez, Davi Moreno, Jota Albuquerque e músicos amigos.

O projeto anterior, Palavra Som e Poder, foi gravado em 2014. Lado B vem propondo uma intimidade com Deus e o Espírito Santo. Gravado num ambiente intimista como a sala de uma casa, acrescido de violões, piano e percussão, a banda decidiu revelar o outro lado da Discopraise. Canções que influenciaram pessoalmente o quarteto, além de registrar com naturalidade a doce comunhão e cumplicidade desses quatro amigos de infância.

Abrindo o CD/DVD, “O Amor Supera Todo o Medo”, do vocalista Clayton O’lee e Moises Di Souza, uma regravação do CD Transformou (2002). A faixa 02 é a inédita “Teu Sangue”, também de Clayton em parceria com Claudio Gomez. A terceira canção vem com a repaginada, “Sou Um Milagre/Em Pés Nos Ombros dos Gigantes” (Carlos A. Moysés/ Clayton O’lee), da banda Voz Da Verdade, do álbum Coração Valente/1998. – A quarta música é “No Arraial do Santos”, inédita e autoral do líder da DP, O’lee; De volta a regravações, “O Grande Eu Sou” (Ricardo Martins) é do primeiro trabalho do grupo. o CD Transformou, de 2002. Num momento mais reflexivo, vem as inéditas, “Paixão e Devoção” (Clayton O’lee) e a sétima, “Clareia” de Ruben Di Souza. As faixas 08 e 09, mais duas releituras, “Divino Companheiro” (Luiz de Carvalho) e “A Igreja Que Chora” (Carlos de Oliveira), gravada em 1985. Os brasilienses deram uma nova roupagem em “Tocou-me – He Touched Me, do norte americano Wyllian J. Gaither, conhecido como Bill Gaither. Encerrando as repaginações, “Portas Abertas”, de Paulo Cezar, do Grupo Logos, do álbum “Portas abertas” (1987). “Teu Nome Que eu Chamo” (Clayton O’lee), décima segunda e “Oração” (Clayton O’lee), ambas inéditas e autorais, finalizam o projeto musical.

“Nossa idéia era um disco reflexivo, uma oração cantada. O Lado B foi tomando forma por conta própria, as canções surgiram. Uma proposta que foi entregue a Deus e o resultado foi este”. Conta Clayton.

Foto: Divulgação / Maurício Santana

Compartilhar

Deixe um comentário