Chimbinha cobra cachê alto, mas Joelma é a mais cotada para shows

Publicidade

0
Foto: Divulgação

A novela sobre o fim do casamento de Joelma e Chimbinha está longe de ganhar um ponto final. De acordo com informações do colunista Léo Dias, do jornal ‘O Dia’, a cantora só vai seguir carreira solo a partir de 1º de janeiro de 2016, mas já começou a vender seus shows como Joelma Calypso. O músico, que vai seguir com o Calypso ao lado de Thabata Mendes, nova vocalista, também já deu início a agenda de apresentações para o próximo ano.

Quem quiser ter a loira em seu evento vai ter que desembolsar entre R$ 80 mil e R$ 100 mil. Já o guitarrista cobra entre R$ 100 mil e R$ 120 mil. Em conversa para a publicação, Nininha Faria, empresário responsável pelas vendas de shows da dupla, revelou que Joelma já tem bastante eventos fechados.

“Ela tem shows marcados em Recife, Goiás, no Acre e no Paraná”, revelou. A agenda de Chimbinha para o primeiro mês do ano que vem, Nininha não soube informar. “Eu ainda não vendi nenhum show dele, mas sei que Chimbinha tem datas reservadas também. De fato, a procura pelos shows de Joelma tem sido maior”, disse.

A última apresentação da cantora à frente da Banda Calypso acontece no dia 31 de dezembro. Joelma está reunindo provas para proibir judicialmente Chimbinha de usar o nome Banda Calypso, marca registrada da empresa JC Shows, onde a artista tem 60% de propriedade. Em recente conversa com o colunista, explicou como vai ficar sua carreira após deixar o grupo.

“Até dia 31 de dezembro deste ano, eu ainda cumpro a agenda da Banda Calypso. Depois disso, eu lanço a nova marca ‘Joelma Calypso’. Vamos fazer algo que será inesquecível para os fãs. Por enquanto é segredo. O que posso falar é que essa semana gravo clipes de duas músicas em espanhol e lançaremos no mês de janeiro. Eu acho que cada um vai levar um pouco da Calypso. Mas a dança, o ritmo, a música e a voz eu trago comigo. Eu sou a identidade da Calypso! Somos uma coisa só”, afirmou ela.

Compartilhar

Deixe um comentário