Luca Entrevista Autor

“Cinema tem uma outra linguagem”, diz Guilherme Seta para Luca Moreira

“Cinema tem uma outra linguagem”, diz Guilherme Seta para Luca Moreira

Conhecido por interpretar o personagem Davi Ribinovich no remake da novela “Carrossel”, Guilherme Seta começou seus trabalhos ainda com 1 ano de idade, fazendo um comercial para as lojas Pernambucanas.

Seu primeiro trabalho como protagonista foi no seriado “O Esconderijo Secreto” em 2010, quando interpretou Chico, no Discovery Kids. Após o final da série, que durou um ano, Seta passou no teste para fazer parte de “Carrossel”, onde foi par romântico da personagem de Maisa Silva.

No ano de 2017, depois que o projeto da novela já havia se encerrado, foi chamado para interpretar Hurzabum na 1ª fase da novela “O Rico e o Lázaro” da RecordTV. No mesmo ano, se juntou ao elenco da série “Juacas” no Disney Channel, onde atualmente já está gravando sua 2ª temporada no papel de Toco.

Como a atuação passou a fazer parte da sua vida?
Comecei aos 2 anos de idade com publicidade . Fiz pouca publicidade quando menor , que me deram a oportunidade de aprendizado e ir me descobrindo aos poucos.

Em 2010, participou pela primeira vez do filme “Boca do Lixo”, onde deu vida a Hiroito Joanides quando criança. Como foi o estudo para fazer a representação do personagem em sua cinebiografia?
Estava apenas com 7 anos quando fui selecionado para fase infância do personagem que tinha uma história muito forte. Tive um release breve do personagem porque minhas cenas eram mais de flash back da infância dele . Lembro que não fui a pré estréia porque o filme abordava um tema impróprio pra minha idade . Quando maior assisti ao filme na TV.

Ainda em 2010, protagonizou o programa “ O Esconderijo Secreto” do canal Discovery Kids. Quais são suas lembranças da época?
Foi meu primeiro teste pra programa de TV. Foram 4 fases de teste e engraçado que desde o primeiro teste virei e falei pra minha mãe: ¨Mãe nós vamos pra Argentina , eu vou pegar este trabalho ¨rsrsrs… Foi um trabalho bacana de participar ,lembro que fiquei doido com os cenários e com as histórias dos episódios que tinham muita aventura , era muito loko porque em cada episódio eu era um personagem astronauta,cantor,explorador,dançarino,músico,cientista,palhaço , dentre outros . Foram uns 60 episódios gravados na Argentina e cada um contava uma história diferente . Fiquei tão empolgado que não queria parar de gravar rsrsrs…

Apesar dos seus diversos trabalhos como ator, “Carrossel’ foi seu principal título no currículo. Inspirado no clássico de 1989, como foi seu estudo para interpretar Davi Rabinovich?
Carrossel foi um grande sucesso estava com 8 anos quando da oportunidade do teste . Busquei na pesquisa do Google sobre os personagens da novela mexicana , conversei com pessoas que haviam assistido a versão mexicana . Na verdade o personagem Davi Rabinovich tinha uma história menor na trama mexicana e nesta nova versão ganhou mais espaço. Foi um prazer e uma experiência incrível , um personagem muito legal de fazer, bondoso ,sensível , era judeu na trama e comecei a ler sobre a religião e tentar fazer meu melhor possível. Acho que tive uma boa recepção do público , era parado na rua por judeus que me parabenizavam pelo meu trabalho. Um personagem que sempre vou levar no meu coração.

Como foi trabalhar com Reynaldo Boury e Íris Abravanel?
Na verdade meu contato com Iris Abravanel foi muito pouco mas tenho gratidão pela oportunidade que tive graças a escolha dela de representar um personagem tão querido. Espero ter outras oportunidades de trabalhar com ela. Com o Reynaldo Boury gravava somente o núcleo da minha casa. Quem gravava mais com a gente era o diretor Roberto Menezes a quem agradeço de coração por todo aprendizado,por toda paciência e carinho que teve com cada um, grande parte do sucesso de Carrossel é dele também, do nosso Mena.

Exibida originalmente entre 2012 e 2013, como está sendo ver a novela reprisada no SBT?
Hahaha está sendo muito engraçado, me vejo pequeno na TV, primeira novela, primeira grande experiência, gosto do resultado do trabalho foi feito com muito carinho. A interpretação do meu personagem estava de acordo com minha idade, ali tinha muito do que eu era na vida real: uma criança feliz, carinhosa e de boa com todos. Minha mãe que fala: ¨Não é que esse Davi é muito fofo rsrsrs…

Indicado ao Prêmio Contigo de TV em 2014, como foi concorrer na categoria de melhor ator mirim do ano?
Gratidão é a palavra que simboliza pra mim concorrer a um prêmio. Gratidão ao público que curte meu trabalho, que torce por mim, que acredita em mim. Gratidão a Deus pelas oportunidades. Gratidão a minha família que se movimenta muito para que tudo dê certo. Resultado de um trabalho feito em equipe com muito amor e dedicação.

Em 2015, a novela foi oficialmente para os cinemas em “Carrossel – O Filme”, com a direção de Alexandre Boury e Mauricio Eça. Como foi trazer o personagem da TV para os cinemas?
Cinema tem uma outra linguagem ,fizemos preparação para adequar a maneira de interpretar. Você estuda o texto no workshop e faz a colocação nas cenas de forma mais natural, o texto não precisa ser seguido a risca, tem mais liberdade nas ações, as cenas são mais detalhadas. Foi uma experiência que valeu muito a pena.

Como foi participar da novela “O Rico e o Lázaro”?
Participar de um novo projeto é sempre uma experiência válida, um desafio. A novela por ser de época, tinha uma linguagem mais formal, cenário rico em detalhes. Meu personagem Hurzabum vivia na Babilônia com sua mãe, que tinha problemas com o álcool causando muita dor ao filho que tinha um carinho e respeito enorme por ela. Contracenei ao lado de Cássia Linhares, Rafael Almeida e Júlia Maggessi dando mais maturidade ao meu trabalho.

No ano passado, fez a série “Juacas” no Disney Channel, uma série que faz a abordagem do surf. Antes da produção já tinha alguma ligação com o esporte?
Juacas tem minha cara, sou super ligado em esportes. Surfo desde os 8 anos quando ganhei minha prancha de um amigo, o Marinho. Surfar é uma sensação incrível, sempre que posso estou na praia desenvolvendo meu surf. Atualmente estou gravando a segunda temporada da série que estréia em 2019. Gravar Juacas é demais, a história, o entrosamento da galera, a vibe é tudo muito real, e o surf é tudo de bom.

Quais são seus planos para a carreira daqui pra frente?
Pretendo continuar na área de ator. Quando não estou gravando procuro fazer curso de dança, canto, instrumento, interpretação, me mantenho sempre ativo. Em 2019 estou vendo a possibilidade de me matricular no curso profissionalizante do Célia Helena, que tem durabilidade de 2 anos quando termino o Ensino Médio, aí dependendo do andar da carruagem como diz o velho ditado, defino o que cursar na faculdade. Mas vou ser sincero prefiro aprender na prática atuando. Faço curso de Inglês e pretendo cursar Espanhol, francês e italiano. Meu sonho é estudar cinema fora do Brasil. Estou com alguns projetos em vista pra 2019 torcendo pra que dê certo.

Deixe uma mensagem.
Galera, obrigado de coração por curtir e acompanhar meu trabalho. Amo o que faço e espero sempre poder levar uma mensagem bacana pra vocês. Nada é tão fácil pra ninguém, o mais importante é NUNCA desistir. ACREDITE sempre nos seus SONHOS e corra atrás do que deseja, porque nada cai do céu, temos que estudar sempre por um futuro melhor. Seja humilde e acima de tudo ame e respeite sua família e seus amigos. Faça sempre seu melhor. Grande beijo a todos vocês!

Sobre o autor | Website

Deixe um comentário

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.