Programação da TV Bernardo Vieira

Como Será? – 29/12/2018: a importância de fazer as pazes para começar um novo ano.

Como Será? – 29/12/2018: a importância de fazer as pazes para começar um novo ano.

No Como Será? deste sábado, 29 de novembro, a importância de fazer as pazes para começar um novo ano.

Para fechar 2018 com chave de ouro, o ‘Como Será?’ deste sábado, dia 29, vem com clima de ano novo. E, depois de um período bastante movimentado, “fazer as pazes” será o tema abordado no quadro ‘Hoje é dia de…’. Para isso, em um ambiente lúdico, o repórter Alexandre Henderson fará alguns experimentos com um grupo de crianças, entre sete e nove anos de idade, sobre questões que tiram o sono de muitos adultos.

Enquanto isso, de outra sala, os pais poderão ver as reações dos pequenos diante de diferentes assuntos, como papéis estereotipados pela sociedade, diversidade, inclusão, superação de problemas e divergências de opiniões. No quadro, pais e filhos terão a oportunidade de conversar sobre os temas e fazer uma reflexão conjunta.

Histórias inspiradoras de pessoas que conseguiram cumprir importantes resoluções de ano novo e, ao longo de 2018, mudaram positivamente suas vidas também fazem parte do último programa do ano. A repórter Helena Lara Resende apresentará exemplos como os da Iona Exag, da Vicentina de Souza e do Milton Gama.

Na noite de réveillon, Iona e seus amigos escreveram no vidro da varanda de sua casa uma lista de resoluções, elencadas por grau de dificuldade. A mais difícil de sua lista, porém, foi realizada com sucesso e este ano ela abriu sua empresa de gastronomia. Hoje, Iona tem uma fábrica, que conta com nove funcionários, e 377 pontos de venda. Vicentina, que aprendeu a ler e a escrever em 2017, também queria realizar um sonho antigo e esse ano botou na cabeça que conseguiria ler um texto fluentemente.

Aos 51 anos de idade, Vicentina não só conseguiu ler um texto com segurança, como termina o ano publicando um livro: “Descanso”, que faz parte do projeto Estante Mágica, que revela histórias de jovens e adultos recém-alfabetizados. Já o Milton decidiu que em 2018 seria capaz de realizar uma corrida de rua. Tarefa nada fácil para quem até o final do ano passado pesava 136 quilos e colecionava problemas de saúde, como hipertensão e dores no joelho e na coluna. De maio para cá, ele já participou de oito corridas de rua, perdeu 50 quilos e sua saúde está bem melhor.

No segundo episódio da série ‘Parceria Animal’, uma produção original da BBC*, que foi adaptada especialmente para o ‘Como Será?’, o telespectador poderá conferir como a união, de animais menores com seus possíveis predadores, pode sim fazer a força. Para isso, o repórter Renato Cunha mostrará um pouco da rotina de um grupo de lagartos, que possuem táticas arriscadas de caça, e também do camarão, que divide sua casa com um parceiro pra lá de inusitado.

A série ‘Ah, essas crianças…’ apresenta, em seu terceiro episódio, o Felipe. Esperto e carinhoso, o menino de cinco anos, sempre dá um jeitinho de comer apenas o que quer. Preocupados com a alimentação do filho, os pais de Felipe pediram ajuda do ‘Como Será?’, que convidou a psicóloga Mari David para dar dicas de como apresentar uma alimentação mais saudável e nutritiva que faça Felipe comer com gosto.

No estúdio, Michelle Loreto apresenta a Orquestra Mundana Refugi. Idealizada por Carlinhos Antunes e Cleo Miranda, o grupo tem como protagonistas pessoas que – por escolha ou necessidade – hoje têm a cidade de São Paulo como sua casa. A orquestra é formada por brasileiros, imigrantes e refugiados de diversas partes do mundo que tocam um repertório com músicas do Brasil, Palestina, Irã, Cuba e Tunísia. O Refugi tem o objetivo de contribuir para a diminuição das barreiras, do preconceito, além de gerar conhecimento e promover trocas de experiência e inserção social.

O programa vai ao ar a partir das 07h na Globo.

Sobre o autor | Website

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.

Deixe um comentário

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.