Confira as estreias e novidades da Globo para janeiro de 2016

Publicidade

0

Como já é tradicional na emissora, na primeira semana do ano vai ao ar a vinheta da Globeleza, com a musa Erika Moura, anunciando as proximidades do Carnaval 2016.

A minissérie Ligações Perigosas, inspirada no livro homônimo do francês Choderlos de Laclos, estreia no dia 4, depois da novela “A Regra do Jogo”. Com 10 capítulos, a adaptação ficou por conta de Manuela Dias, e é ambientada no sudeste do Brasil nos anos 1920.

The Voice Kids é outra novidade para o mês. Os técnicos do programa serão Carlinhos Brown (único a participar das duas versões), Ivete Sangalo e a dupla Victor & Leo, que deverá entrar em consenso para todas as decisões feitas no reality.

A partir do dia 5 a Globo exibe duas grandes produções, “Houdini” que entra no ar depois de “Ligações Perigosas”, em quatro capítulos, contando a história de Harry Houdini, o pai da mágica moderna. Depois do “Jornal da Globo” estreia a terceira e última temporada de “Under the dome – prisão invisível” que encerrou a exibição de sua segunda temporada nesta quarta-feira (23), a série é baseada no livro homônimo de Stephen King e mostra a saga dos moradores de Chester’s Mill, após ficarem isolados do resto do mundo, dentro de um domo. Nesta última temporada, depois da descoberta de túneis subterrâneos, suas vidas mudaram para sempre.

No dia 12, estreia “Alemão, os dois lados do complexo”. Em quatro capítulos, a microssérie conta a história de cinco policiais infiltrados na comunidade pouco antes de ser invadida. A série conta com cenas inéditas, gravadas especialmente para ela, juntas a algumas cenas do longa “Alemão”, de José Eduardo Belmonte.

O último episódio da temporada de “Zorra”, vai ao ar no dia 16. Será uma espécie de retrospectiva, na qual o elenco se reúne para contar as aventuras vividas nas esquetes. O público terá a chance de rever algumas delas de acordo com o momento.

“Além do tempo” dará lugar à “Êta mundo bom”, protagonizada por Sérgio Guizé e escrita por Walcyr Carrasco. A novela é ambientada no interior de São Paulo no final dos anos 40 e conta a história de Candinho que foi criado por Cunegundes (Elizabeth Savalla) e Quinzinho (Ary Fontoura). Ele é expulso de casa ao se apaixonar por Filomena (Débora Nascimento), filha biológica do casal. Ao lado do seu amigo inseparável, o burro Policarpo, Candinho segue para a capital em busca de sua verdadeira mãe, encarando diversas aventuras. A novela tem direção geral e núcleo de Jorge Fernando.

Depois de 15 edições é a vez do “Big Brother Brasil” voltar em sua 16ª temporada no dia 19 de janeiro, com 14 participantes. A direção e a apresentação continuam com Boninho e Bial, respectivamente. A dinâmica do jogo está sendo guardada em segredo, mas há boatos de que haverão dois líderes por semana, em que cada um indica uma pessoa e os indicados disputarão uma prova para se salvar do paredão, e ainda a votação do público para imunizar um participante. A casa já conta com uma decoração inspirada numa fábrica, desde o fogão até os quartos e móveis. Logo mais estreia a terceira temporada de “Tá no ar: a TV na TV”, com redação final de Marcius Melhem e Marcelo Adnet e direção de Maurício Farias.

No dia 21, depois do “BBB”, o último trabalho de Marília Pêra vai ao ar. “Pé na cova” chega em sua quinta e última temporada para alegrar o público com as bizarrices de seus personagens.

Sábado, dia 23, estreia mais uma temporada de “Amor & Sexo”, com a apresentação de Fernanda Lima e Antônio Amâncio.

Compartilhar

Deixe um comentário