“Explode Coração” está aberto no VIVA Play

Publicidade

0
Foto: Reprodução/Internet

Explode Coração, de Glória Perez, estreou nesta segunda, dia 29, no VIVA e o primeiro capítulo vai ficar disponível por sete dias para não assinantes, no VIVA Play.

Protagonista da história, que fala da cultura cigana e relacionamentos virtuais, a atriz Tereza Seiblitz, que interpretou Dara, ficou animada e emocionada com a exibição, relembrando momentos e colegas de elenco. “Tive várias emoções revendo a novela. Vi coisas que não tinha visto na época nas relações entre os personagens. Lembrei da pesquisa e dos ciganos com quem conversei na preparação. Lembrei da parceria com o Rodrigo Santoro, estávamos escalados para fazer uma adaptação do romance de Jorge Amado, “Mar Morto”. Vi essa parceria na cena deste primeiro capítulo. Revi a alegria contracenar com Paulo José como pai, o Shazan da minha infância. Eliane Giardini como mãe e a meniníssima Leandra Leal… a ciganada toda era muito divertida! Laura Cardoso, rainha! Morri de rir com a internet. Gostei muito de ver a novela como um todo, Regina Dourado, musa! A entrada da Sarita do Floriano Peixoto, impagável! Maria Luísa Mendonça, antagonista maravilhosa! Júlio Falcão, o político desenvolvimentista e o cigano que ama Dara desde bebê. Um novelão”.

Com direção geral de Dennis Carvalho, Explode Coração foi a primeira novela a ser gravada nos Estúdios Globo, em 1995. No elenco principal, a trama também contou com Edson Celulari, Leandra Leal, Ricardo Macchi, Rodrigo Santoro, Renée de Vielmond, Eliane Giardini, Paulo José, Cássio Gabus Mendes, Deborah Evelyn, Maria Luísa Mendonça, Laura Cardoso e Françoise Forton.

Seguindo os costumes do povo cigano, Dara foi prometida a Igor ainda criança, mas a moça não está feliz com a chegada de seu noivo e não se contenta com a vida destinada a ela. Dara quer ir além das tradições, mesmo contrariando os pais, Jairo (Paulo José) e Lola (Eliane Giardini). Escondida da família, ela faz cursinho pré-vestibular e sonha em ser independente.

Mesmo temendo ser descoberta e magoando os pais, a moça segue firme no seu propósito e acaba conhecendo, pela internet, o empresário Júlio Falcão (Edson Celulari). Apesar de ser casado com Vera (Maria Luisa Mendonça), Júlio se envolve com Dara e os dois precisam enfrentar todos os obstáculos que vão além do adultério.

Grávida de Júlio, e atendendo aos desejos de seus pais, Dara se vê obrigada a casar com Igor.

Além da trama principal que envolve a vida de Dara e as tradições dos ciganos, a novela apresenta mais uma história de amor entre Serginho (Rodrigo Santoro em seu primeiro grande papel na televisão) e Beth (Renée de Vielmond), 20 anos mais velha que o rapaz. Outro destaque da novela é o travesti Sarita Witt, vivido por Floriano Peixoto.

Como sempre em seus trabalhos, a autora levanta uma bandeira social. Desta vez, Glória falou sobre a exploração infantil e o desaparecimento de crianças. Unindo realidade e ficção, ela mostrou as Mães da Cinelândia e a personagem Odaísa (Isadora Ribeiro), que procurava o filho desaparecido. O resultado foi surpreendente: mais de 60 crianças foram encontradas graças à exibição de depoimentos de mães e fotos de seus filhos.

Compartilhar

Deixe um comentário