Luca Entrevista Luca Moreira

Luca Moreira comenta a onda dos unicórnios com Anna Layza

Luca Moreira comenta a onda dos unicórnios com Anna Layza

Iniciando sua carreira artística no teatro, a youtuber Anna Layza é a principal responsável por trazer a tão aclamada febre dos unicórnios para o Brasil. Morando atualmente na Flórida, passou alguns anos de sua vida trabalhando como modelo de passarela, se destacando em eventos como o Fashion Week de Nova York.

Entrou no YouTube em 2015, onde compartilhava vídeos de sua rotina, sempre com um espirito de “PowerGirl” e muita positividade. Muito aclamada pelo público infantil, costuma trabalhar com empresas como a Walt Disney World, Moleca Brasil, Dolls Kill, Faber Catell, entre outras.

Apaixonada pelos unicórnios, Layza é dona de uma das maiores lojas virtuais sobre o tema: a “oUnicornio.com”, que tem participações e vendas em todo mundo.

Como foi seu início na “Hi Gorgeous”?
Foi muito trabalho hahaha eu lembro que os primeiros 100 inscritos demoraram muitooo! Mas eu vibrava e vibro a cada inscrito novo! Eu comecei fazendo vídeos de lugares que eu ia e gostava. Eu sempre digo que o meu público me escolheu porque logo de início, as crianças se identificaram comigo e meu público infantil foi quase que imediato. É muito amor pelos meus unis, que é como eu chamo os fãs.

Nascida em Belo Horizonte e morando na Flórida atualmente, como foi esse processo de transição? Demorou a se acostumar?
No início tudo sempre é difícil. A saudade da família e dos amigos fica maior a cada dia. Eu fiz parte do meu ensino médio em Boston quando eu cheguei aqui nos EUA. Eu não falava inglês, então foi difícil fazer amizades, as amizades eram feitas através de mímica hahaha mas com 6 meses na escola eu já estava me virando bem. Foi difícil me acostumar com a comida também. Mas no segundo ano aqui, eu já fui me acostumando com tudo e tudo fluiu melhor.

Apontada como uma das grandes expoentes da onda dos unicórnios, qual sua opinião sobre essa febre entre os jovens, e como foi sua descoberta em relação ao tema?
Ahhh Unicornios! Eu sempre amei unicórnios. Eu tenho muito orgulho de ser chamada de Rainha Dos Unicórnios pelos meus unis. Eu fui a primeira a vestir roupa de unicórnio e a falar do tema no Brasil. As crianças se identificaram com esse meu gosto e começaram a gostar deles também depois de entender o seu significado positivo de amor, paz, tranquilidade e felicidade. Quando eu era pequenininha, eu tinha um unicórnio de pelúcia e sempre que eu tinha medo de trovão por exemplo, eu abraçava ele. Meu pai viajava muito e eu morria de saudades, sempre que eu abraçava meu unicórnio, parecia que a saudade diminuía. Era o meu super herói da positividade. Esse unicórnio sempre me trouxe sentimentos bons. E unicórnios são isso! São para trazer coisas positivas para a nossa vida.

O que a levou e qual foram os maiores desafios de abrir sua própria loja voltada ao tema?
Eu sempre usei aqueles macacões com capuz de unicórnio, que se chamam Kigurumi. E os meus unis viam eu vestida no meu canal e ficavam perguntando onde comprar! Foi quando eu decidi abrir a minha loja online, reuni tudo o que eu amava usar e pronto: a minha loja oUnicornio.com se tornou um sucesso! O maior desafio foi deixar o E-commerce pronto pra tanta gente acessar ao mesmo tempo! Foi difícil conseguir um host que aguentasse muita gente conectada comprando ao mesmo tempo!

O que muitas pessoas já devem saber é que você também tem um pouco do teatro na sua história. Como foi seu início nas artes cênicas? Pretende dar continuidade na profissão de atriz um dia?
Amo teatro! Eu fiz alguns cursos. Sempre gostei, porque meu primeiro curso eu fiz quando tinha 11 anos de idade. Quero rodar os teatros do Brasil com a minha Unicórnio Party interagindo no palco com os fãs ano que vem. Não sonho em ser atriz de TV não. Mas se acontecer algum dia, vai ser mais uma experiência legal pra acrescentar na minha carreira. Principalmente se for algo voltado pro infantil. Eu amo crianças, até porque eu sou uma criança grande né?! Estou aberta a propostas hahaha.

De onde veio o seu interesse pela moda? Que representatividade ela tem na sua vida atualmente?
Eu fui modelo desde bem pequena, gravei meu primeiro comercial de outdoor quando eu tinha 7 anos de idade! Participei de muitos concursos de beleza, eu sempre tive altura, então eu era modelo de passarela (que era a minha maior paixão antes de eu conhecer o YouTube). Moda representa infância, nostalgia até! Hoje eu uso o que eu tô com vontade, eu mesma dito a minha própria moda! Se eu to confortável, tá tudo certo! Mas eu sou apaixonada pela minha moda unicórnio, que eu mesma inventei, tudo muito colorido, com bastante glíter, coisas holográficas e alegres! Isso eu amooo.

Como foi receber o título de Miss em Massachusetts no ano de 2010?
Outro sonho realizado. Foi muito difícil a trajetória. Mas foi satisfatório. Eu sempre fui modelo, desde criancinha.

Até hoje, o Fashion Week de Nova York é considerado um de seus maiores desfiles. Conte-nos um pouco mais sobre essa experiência como modelo.
Sim! Foi o apse da minha carreira como modelo. Eu poderia ter continuado, mas eu teria que morar em NY na época, e eu não quis abrir mão da minha vida em Boston pra isso. Foi uma escolha não continuar. Mas eu sinto falta das passarelas, não nego! Era um friozinho na barriga, uma adrenalina incomparável, cada vez que eu ia entrar na passarela.

O que a levou a entrar para o YouTube?
Era pra ser uma brincadeira. Começou assim, postando vídeos para meus amigos de lugares que eu curtia. As crianças me acharam, e o meu mundo mudou. Tudo tomou uma proporção gigante, muito rápido. Acho que até hoje não sei ainda o tamanho disso. Há 3 anos atrás, minha vida era outra. Agradeço todos os dias a Deus por trabalhar com algo que eu amo.

Como é trabalhar com a Walt Disney?
Um sonho. Quando eu imaginaria que isso aconteceria na minha vida? Quando eu era pequena meu sonho era conhecer a Disney. Mas minha mãe não tinha condições. Hoje eu sou convidada para eventos exclusivos. Só digo uma coisa: acredite nos seus sonhos, levanta e faça pensando sempre positivo.

Quais são suas maiores inspirações no meio.
As crianças são as minhas inspirações. Cada vez que eu encontro com um fã na rua e vejo os olhinhos brilhando deles, eu me recarrego.

Deixe uma mensagem.
Você pode fazer tudo o que você sonhar. Desde que não só sonhe, faça o sonho acontecer. Nada é fácil, mas quando se faz o que se ama, todo o esforço vale a pena. Por isso, se você tem uma vontade muito grande no coração, fale pra você mesmo que você vai conseguir. Abuse da positividade. Pense em unicórnios!

Sobre o autor | Website

Luca Rocha Moreira, nascido na manhã de 14 de maio, 1998 na cidade de Niterói, filho de Lucia Maria Rocha e Luiz Carlos Falcão Moreira, um designer gráfico que morreu em 2012 vítima de câncer de pulmão. Em 2008, ele foi morar com sua mãe e seu padrasto, o veterinário Vladimir Fernandes, que já era pai de seu irmão Eduardo Rocha, e que alguns anos depois adotou sua irmã mais nova, Camila, em Macapá. Além desses dois, Luca também é irmão de Leonardo e Alexandre Tristão. Seu avô materno era comissário de bordo da Varig, falida em 2006. Iniciou o ensino médio na Escola Técnica Estadual Henrique Lage, onde cursou o técnico integrado em engenharia naval. Em 2015, Moreira começou a fazer um curso de formação de atores profissionais, fazendo testes em aula como ''Navalha na Carne'' do autor Plínio Marcos. Mas depois de cinco meses de treinamento, ele começou a ter problemas com sua classe, pois incomodou seus colegas por não serem tão fáceis de incorporar seus personagens na primeira vez, o que o deprimiu. Ele teve aulas com o professor e ator profissional Alécio Abdon, que participou de algumas novelas da Rede Globo. Sua base de estudos foi através do dramaturgo russo Constantin Stanislavski. Atualmente estudando jornalismo na Universidade Estácio de Sá, iniciou seus estudos acadêmicos em março de 2018, antigamente no curso de publicidade, mais no segundo período, decidiu se mudar para o jornalismo, analisando contato e sua facilidade na área. Lá ele também participou de projetos estudantis, como ter entrado como editor do principal jornal interno da faculdade, ''O Estaciente''. Ali publicou vários artigos que escreveu, como os de Rodrigo Tardelli e Babi Xavier. Em seu tempo no jornal interno da universidade, ele teve a oportunidade de experimentar outros assuntos fora do mundo artístico e celebridades, como as eleições presidenciais no Brasil em 2018, onde ele foi responsável por escrever sobre os quatro candidatos que lideravam a presidência: Jair Bolsonaro, Marina Silva, Geraldo Alckmin e Ciro Gomes. Em março de 2016, Luca foi descoberto em sua página no Facebook, no qual veio a mudar de assunto várias vezes, escrevendo assuntos como esportes, nutrição e por fim, sobre cultura, por esse assunto, Moreira foi descoberto por uma produtora de teatro profissional localizada na Barra da Tijuca, onde foi convidado para fazer seu primeiro estágio, ainda cursando o ensino médio. Seis meses depois, fez um acordo para divulgar o filme ''O Grande Circo Místico'', dirigido pelo premiado diretor Cacá Diegues, que por causa de um problema, o fez renunciar a sua posição. Naquela época, Luca conhecia seus primeiros contatos com o meio profissional, como a atriz Rayssa Bratillieri, que mais tarde fez a personagem Pérola Mantovani em “Malhação – Vidas Brasileiras”. Primo dos atores Giulliana Succine e Miguel Rivas, sempre ajudou Giulliana com sua assessoria, que em dezembro de 2017, se juntou a Esdras Ribeiro, que na época possuía um conjunto de sites, onde ele começou a escrever seus primeiros assuntos como colunista. Sua primeira tentativa de escrever uma entrevista foi com o ator Pedro Carvalho, que estava no auge de sua carreira com a novela ''Escrava Mãe'', exibida pela Record TV. Seu primeiro artigo profissional foi lançado no dia 30 de janeiro de 2017, quando conheceu a atriz Malu Falangola, que estava na Rede Globo naquela época. Após uma curta temporada como o extinto ''Almanaque Mídia'', ele recebeu a infeliz notícia de que o portal estaria fechando devido a problemas de gestão. Uma semana depois, Daniel Neblina, um jornalista de Brasília que já estava o observando, o chamou para entrar no ”RegistroPOP'', onde ele teve o reconhecimento de seu trabalho decolando com artistas como Adriano Alves, Larissa Manoela, Thomaz Costa, Larissa Maciel, Sophia Abrahão e Lua Blanco. Em 11 de maio de 2018, depois de ficar mais de um ano na redação, ele já havia feito história em mais de 9 portais diferentes. Em março de 2018, iniciou sua carreira internacional, quando entrevistou a cantora americana Megan Nicole, de quem gostava desde a infância. Um tempo depois veio a atriz Violett Beane, estrela da série ''The Flash''. Cinco meses depois da entrevista com Beane, conheceu através do Facebook, a atriz Chloe Lang, que entre os anos de 2013 e 2014, interpretou a personagem Stephanie Meanswell na série infantil LazyTown, exibida pelo Discovery Kids, indo ao ar em setembro daquele ano.

Deixe um comentário

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.