Colunas Luca Entrevista Autor

Luca Moreira entrevista Cauê Campos sobre “DPA – O Filme”

Conhecido pelas suas aparições nas novelas Avenida Brasil (2012), Lado a a Lado (2012), Babilônia (2015) e Totalmente Demais (2015), o ator mirim Cauê Campos, de 15 anos, está prestes a levar seu mais recente personagem Cícero Capim, aos cinemas em “Detetives do Prédio Azul – O Filme”, que tem previsão de estrear no dia 13 de julho desse ano ainda, e tem direção de André Pellenz.

Na entrevista, Cauê fala um pouco sobre como está sendo levar seu personagem da televisão para o cinema, e diz que está muito feliz em reencontrar a equipe e o elenco, formado pelos outros dois atores Letícia BragaCaio Manhente e Tamara Taxman.

Você já atuou muitas vezes, tanto no cinema como na televisão. Para você qual é a diferença de gravar para o cinema e para televisão?

No cinema eu acho que algumas coisas são mais detalhadas e já tem um roteiro definido, já nas novelas, muitas vezes o roteiro varia de acordo com o público, temos uma conexão maior com as pessoas de casa quando estamos em uma novela.

Entre 2012 e 2016, você interpretou o personagem Cícero em “Detetives do Prédio Azul”. Hoje com a série se transformando em um longa-metragem, o que você está achando de poder estar revivendo a série nas telonas?

Eu fico muito feliz com esse reencontro, o que nós construímos nas temporadas passadas foi uma família! E é muito legal rever seus amigos que cresceram com você.

Na família você também tem influência na área artística, por ser irmão do também ator Cadu Paschoal. Você acha que ele poderia ter sido inspiração para você seguir a carreia como ator?

Claro, meu irmão é uma pessoa para se inspirar com certeza, não só como ator, ele também é um ótimo diretor, dublador e escritor, é sem dúvida um ser humano inspirador.

Em 2012 você foi chamado para fazer seu primeiro longa, o filme “Totalmente Inocentes” do diretor Rodrigo Bittencourt. Como foi a sensação do seu primeiro convite para ir para os cinemas?

Foi inacreditável, eu nunca esperava que isso poderia acontecer comigo um dia.

Ainda sobre sua carreira no cinema, você contracenou duas vezes ao lado do Fábio Porchat, tanto no filme “Totalmente Inocentes” como em “Meu Passado Me Condena”. Vocês também têm contato fora das telas?

 

Infelizmente não, uma das últimas vezes que vi o Fábio foi em uma pré-estreia.

Qual é a maior dificuldade de ser ator?

A maior dificuldade sem dúvida é a instabilidade, pois um dia você pode estar trabalhando e no outro não. Mas temos sempre que aprender a seguir em frente e tentar de novo.

Se pudesse deixar qualquer mensagem a um fã seu, o que diria agora?

Primeiro, muito obrigado pelo carinho. Sem você eu nada seria! A vida fica muito mais legal quando você sabe que tem pessoas de diferentes lugares, jeitos e opiniões, que gostam de você! Muito obrigado! Amo todos vocês! E um dia desses a gente se vê!

Sobre Luca Moreira:

Em março de 2016, Luca Moreira foi descoberto por um blog no Facebook , no qual ele passou a mudar de assunto várias vezes, escrevendo assuntos como esporte , nutrição e por fim, sobre cultura , a esse assunto, Moreira foi descoberta por um produtor profissional Teatro localizado na Barra da Tijuca , onde foi convidada para fazer seu primeiro estágio, ainda cursando o ensino médio.

Seis meses depois, Moreira fez um acordo com as irmãs Amanda e Louise Britto, no qual se combinou para divulgar o filme O Grande Circo Místico , dirigido pelo premiado diretor Cacá Diegues , que por causa de um problema com o produtor causou problemas em seu trabalho dentro da companhia teatral, que o fez renunciar a sua posição. Naquela época, Luca conhecia seus primeiros contatos com o médium profissional, como a atriz Rayssa Bratillieri e Ivan Rios.

Primo dos atores Giulliana Succine e Miguel Rivas , sempre ajudaram Giu com seus conselhos, que em dezembro de 2017 o fizeram se juntar a seu amigo Esdras Ribeiro, que na época possuía um conjunto de sites, onde começou a escrever seus primeiros assuntos. colunista. Sua primeira tentativa de escrever uma entrevista foi com o ator Pedro Carvalho , que estava no auge de sua carreira com o romance Escrava Mãe , exibido pela RecordTV . Seu primeiro artigo profissional foi lançado em 30 de janeiro de 2017, quando recebeu a atriz Malu Falangola, que foi uma das principais protagonistas do romance Malhação , naquela temporada.

Após uma curta temporada como editor do extinto Almanaque Mídia , ele recebeu a infeliz notícia de que o portal estaria fechando devido a problemas de gestão. Uma semana depois, Daniel Neblina, jornalista de Brasília que já estava assistindo ao jornalista, ligou para entrar no RegistroPOP , onde teve o reconhecimento de seu trabalho decolando, com artistas como Adriano Alves , Larissa Manoela , Thomaz Costa , Larissa Maciel , Sophia Abrahão e Lua Blanco. Em 11 de maio de 2018, depois de ficar mais de um ano na redação, ele já havia feito história em mais de 9 jornais diferentes, nos quais a grande maioria permanece com ele.

Apesar de tudo isso, esse ano não foi tão ruim, porque em março Luca conseguiu pela primeira vez alcançar sua carreira internacional, quando entrevistou a cantora americana Megan Nicole , de quem gostava desde a infância e que a conhecera YouTube , a atriz Violett Beane , estrela da série The Flash . Em outubro de 2018, retornou com seus projetos falando exclusivamente na série The Fifth Borough of Netflix , e estrelada pela atriz Chloe Lang .

Em outubro de 2018, Luca Moreira foi escolhido pela organização do prêmio brasileiro BreakTudo Awards 2018 como anfitrião oficial dos vencedores, juntamente com os youtubers Tiago Fabri e Alexandre Duarte. Sua apresentação oficial foi feita em 21 de outubro através de sua conta oficial no Instagram.

Sobre o autor | Website

Deixe um comentário

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.