Luca Entrevista Autor

Luca Moreira fala com Ana de Biase sobre novo programa na Band

Luca Moreira fala com Ana de Biase sobre novo programa na Band

Nascida no Rio de Janeiro e criada em Garapari no Espirito Santa, a apresentadora Ana De Biase ficou nacionalmente conhecida após ser a ex-salva vidas do programa “Caldeirão do Huck”, e mais recentemente assumiu o quadro “Saúde e Aventura” do “Programa Radar” na TV Capixada, filiada da Rede Bandeirantes.

Formada em jornalismo, Ana já trabalhou no mercado bancário, e conquistou a fama e o reconhecimento do público em sua terra natal, Rio de Janeiro, quase que por acaso. Com apenas 18 anos, a bela foi morar sozinha em Niterói, a fim de cursar a faculdade de direito e para pagar seus estudos.

Chamando atenção dos concursos pelo seu corpo natural, não demorou a participar de vários concursos de beleza, o que rendeu o convite para integrar o casting da Agência Mega. Aceitando o desafio, foi morar em São Paulo, onde permaneceu seis meses, e fez vários comerciais e fotos, dentre eles o site Morango e o comercial
da Kolene. De volta ao Rio, foi convidada por Luciano Huck para um teste como a personagem “Salva-vidas”. Três dias depois, Biase estava salvando os “marmanjos” que participavam do programa, e conquistou todo o Brasil com seu carisma.

Como começou sua carreira na televisão?

Trabalhava em um banco quando tive a oportunidade de participar do quadro “Essa é pra casar”, no Caldeirão do Huck, na TV Globo, em 2001. Em seguida, recebi o convite para trabalhar como modelo na agência Mega, em São Paulo. Aceitei o desafio, deixando o banco e abandonando a metade do curso de direito que eu fazia em Niterói. Depois de seis meses morando em São Paulo, optei em morar e trabalhar no Rio e após um ano fazendo catálogos e fotos, o Luciano Huck viu um ensaio que fiz para o site Morango e me chamou para o teste de vídeo para ser a Salva Vidas do programa. Os testes já estavam rolando há um mês. Fui escolhida e três dias depois já estava gravando.

Quais são suas expectativas para o “Saúde e Aventura”?

As melhores possíveis. A audiência está maravilhosa, as pessoas comentando positivamente e estamos super felizes com o programa. Conquistamos um novo horário com uma maior visibilidade dos telespectadores, graças a Deus!

Sobre sua época no “Caldeirão do Hulck”, quais são suas lembranças mais marcantes do programa?

Foi uma experiência sensacional e, sem dúvidas, foi muito importante para abrir as portas na minha carreira de modelo. Graças a Deus, a personagem cativou o público adolescente e muitas crianças também! Foi maravilhoso receber o carinho dessa galera. Só tenho boas lembranças dessa época. Ótimas recordações que ficarão eternizadas na minha memória! A personagem fazia brincadeiras lúdicas e divertidas com a plateia e não tinha um apelo totalmente sensual, embora o maiô fosse bem pequenino… rsrs. Eu fico muito feliz em receber até hoje esse carinho todo, tenho alguns fãs que viraram meus queridos amigos. E tenho muita gratidão por tudo o que vivi nesse trabalho… por isso, só agradeço a Deus por ter tido a sorte em ser a Salva Vidas do Caldeirão do Huck.

No início, como foi o apoio de sua família por você estar seguindo na área do entretenimento?

Tive total apoio da minha família e, principalmente, do meu marido!! Eles sempre me deram muita força desde o início e estiveram ao meu lado todo o tempo me aconselhando e compartilhando todos os momentos comigo!

Além da televisão, também houve alguns projetos seus como atriz, como o seu primeiro filme “Helena”, do diretor Sérgio Medeiros. Fale um pouco de como foi sua experiência explorando esse novo tipo de mídia.

Na verdade, recebi esse convite do Sérgio Medeiros e fiquei muito feliz! Mas o que mais me motivou a aceitar este desafio foi a proposta ser totalmente voltada ao meu trabalho e mais próxima à minha realidade, pois o papel que eu faria no filme seria de uma jornalista, na verdade, uma radialista que teria a função de narrar para os ouvintes da rádio a morte de Helena. Além disso, o Sérgio me convidou pra fazer toda a cobertura jornalística do filme em eventos e entrevistas com os atores principais e elenco capixaba. E pra mim essa foi a melhor parte, com certeza!

Morando durante um tempo no Espirito Santo, o que a fez retornar para o Rio de Janeiro? Como foi a experiência de morar sozinha pela primeira vez na cidade de Niterói?

Eu nasci no Rio de Janeiro e fui ainda quando era bebê morar com a minha família em Guarapari, ES. Aos 18 anos, passei na faculdade de Direito, em Niterói, e morei lá por 2 anos trabalhando no Banco Real de dia e estudando à noite. A experiência foi ótima, pois aprendi a me virar sozinha, organizar as minhas coisas, meus horários, andar de ônibus pra cima e pra baixo, malhar praticamente de madrugada… enfim, amadureci bastante, aprendi a dar valor ao dinheiro e administrar melhor o meu tempo, sempre tentando fazer o melhor possível para crescer e correr atrás dos meus sonhos!

Ainda na adolescência, participou de vários concursos de beleza. O que motivou sua participação nesses eventos?

Desde pequena sempre fui convidada para esse tipo de evento. Pequenina na escola, já era convidada pra ser a Rainha Caipira e depois surgiram vários desfiles de moda na minha cidade, Guarapari. Sempre bastante estimulada e incentivada pela minha mãe, que adorava tudo isso e ficava toda orgulhosa de mim nas minhas participações… daí, acabei aprendendo a gostar também. rsrs Sempre tive muita facilidade para sorrir e isso me ajudou muito a descontrair e levar tudo numa grande brincadeira.. rsrs

Como surgiu seu interesse pelo meio artístico?

Eu nunca planejei nada. Na verdade, tudo aconteceu naturalmente. Os convites foram surgindo e eu fui seguindo o meu coração, participando de tudo com alegria, prazer e satisfação, curtindo cada momento e aproveitando todas as oportunidades que surgiam no meu caminho! Sempre fui muito tímida, mas depois que comecei a trabalhar como modelo aprendi a me soltar aos poucos e a ganhar mais confiança. De repente, quando vi, já estava trabalhando na Globo, como a Salva Vidas do Caldeirão do Huck. Acredito que nada acontece por acaso, tenho muita fé em Deus e agradeço imensamente a Ele por cada bênção na minha vida!

Deixe uma mensagem para o leitores.

Nunca desistam de lutar pelos seus sonhos, por mais difícil e impossível que possa parecer para alcançar! Tenham FÉ em Deus e no tempo certo tudo vai se realizar! É só acreditar e correr atrás para que aconteça! A gratidão, humildade, esperança, equilíbrio e amor próprio devem ser o alicerce e a base fundamental para se levar uma vida leve e feliz! E não esqueçam de ter bons hábitos e de cuidar bastante da saúde, pois sem ela não somos nada!

Sobre o autor | Website

Deixe um comentário

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.