Notícias da TV Gustavo de Souza

OAB acusa ‘Pânico’ de racismo após personagem do quadro “Pânico’s Chef”

OAB acusa ‘Pânico’ de racismo após personagem do quadro “Pânico’s Chef”

Pode ter sido motivo de risos pra muitos, mas pra outros não foi nem um pouco. Desde a última segunda-feira (10) iniciou-se uma dor de cabeça com mais um feito do programa ‘Pânico’. Um personagem exibido dentro do quadro “Pânico’s Chef” que incitava o racismo foi alvo de denúncias por telespectadores que se sentiram agredidos.

Criado pelo humorista Eduardo Sterblich, o personagem “Africano” tinha costumes atípicos e que, de acordo com o presidente da Comissão Nacional da Verdade da Escravidão Negra da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Humberto Adami, passava uma impressão negativa da imagem negra relacionado as seus costumes. O personagem encenado não sabia falar e tinha os órgãos íntimos avantajados, enquanto fazia a culinária de maneira incomum, repercutindo de tamanha forma que voltou ao programa do último domingo (09).

O objetivo da comissão é resgatar a memória da escravidão negra, que foi apagada da história do Brasil. Eles [o programa] não se sentiriam à vontade para fazer um programa que tivesse esse nível de humilhação, menosprezo e desumanização a uma parcela da comunidade brasileira, se não achasse isso natural. Talvez eles vejam com naturalidade fazer chacota do negro“, disse Humberto, que encaminhou uma denuncia a Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, órgão do governo federal.

Prometendo retratação, o programa respondeu por nota que se desculpa pela brincadeira. Logo Eduardo, que fez o personagem, utilizou as redes sociais para se perdoar e nega que seja racista, afirmando estar “chorando” por sua atitude que ofendeu aos telespectadores que acompanharam a Band nos últimos domingos.

Sobre o autor | Website

Deixe um comentário

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.