Programação da TV Bernardo Vieira

Profissão Repórter – 05/09/2018: a epidemia de homicídios no Brasil

Profissão Repórter – 05/09/2018: a epidemia de homicídios no Brasil

Profissão Repórter desta quarta-feira, 29 de agosto, os desafios dos trabalhadores brasileiros.

Um projeto criado para investigar os casos de homicídios no Brasil, que já se tornaram uma epidemia dolorosa, juntou mais de 300 jornalistas do G1 em busca de dados sobre o assunto. O “Monitor da Violência” busca propor soluções e entender os motivos desses crimes. O ‘Profissão Repórter’ desta quarta-feira, dia 5, se une à iniciativa e mostra as causas e consequências dessa violência em três estados brasileiros: Bahia, Ceará e Mato Grosso, que tiveram altos índices de violência no período de 21 a 27 de agosto do ano passado.

Nesse período o “Monitor da Violência” aponta que 98 pessoas foram assassinadas na Bahia e, um ano depois, somente sete desses casos de homicídios chegaram à Justiça. Caco Barcellos vai ao estado atrás dos familiares das vítimas, da polícia e da Justiça para descobrir o porquê da impunidade.

No Ceará, mais especificamente na capital, Fortaleza, o cenário é ainda mais alarmante: no mesmo período, a cidade contabilizou 49 assassinatos. O repórter Guilherme Belarmino vai a um bairro específico investigar algumas dessas mortes e percebe o domínio das facções criminosas. “A falta de esclarecimento predomina, a cada 100 homicídios, somente 23 são resolvidos”, conta o jornalista.

Já a repórter Mayara Teixeira viaja a Mato Grosso para entender o panorama da violência no estado considerado o mais violento para as mulheres, segundo dados do G1. Na semana pesquisada pelo “Monitor da Violência”, as mortes de mulheres representaram 38%. O caso que chamou a atenção de Mayara é das mortes de mãe e filha dentro de casa, em Cuiabá.

O ‘Profissão Repórter’ teve acesso a alguns dos nove boletins de ocorrência registrados por Adriana em quase uma década de relacionamento contra o companheiro, responsável pelo crime. O último B.O. foi registrado três meses antes de ela falecer.

Você pode conferir o programa logo após mais uma rodada do Campeonato Brasileiro.

Sobre o autor | Website

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.

Deixe um comentário

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.