Programação da TV João Pedro

Programa Bem Estar 06/11/2018 – Menigite

Programa Bem Estar 06/11/2018 – Menigite

No Bem Estar desta terça-feira, dia 06/11, falou sobre a Meningite: tipos, transmissão, sintomas, diagnóstico e vacinas.

A meningite é uma doença que pode ser confundida com a gripe, mas as sequelas são graves e ela pode até matar. Em Santa Catarina, 10 pessoas morreram este ano. Existe vacina, mas nem todas estão no Sistema Único de Saúde (SUS).

As meninges são as membranas que envolvem todo o sistema nervoso central. A meningite ocorre quando há alguma inflamação desse revestimento, causado por micro-organismos, alergias a medicamentos, câncer e outros agentes.

A meningite tem uma alta taxa de mortalidade e sequelas, como surdez, perda dos movimentos e danos ao sistema nervoso. As crianças são a faixa etária mais atingida, e os pacientes devem ter um acompanhamento por pelo menos 6 meses depois da doença.

Meningite pode se manifestar de várias formas

Transmissão

A meningite é transmitida quando pequenas gotas de saliva da pessoa infectada entram em contato com as mucosas do nariz ou da boca de um indivíduo saudável. Pode ser por meio de tosse, espirro ou pelo contato com barras de apoio dos ônibus, por exemplo. Por isso, ambientes com muita gente e pouca circulação de ar são ideais para o contágio, e a doença costuma se espalhar muito no inverno. Lave bem as folhas das verduras e mantenha as mãos sempre limpas.

Sintomas e diagnóstico

Os principais sintomas da meningite são dor de cabeça, febre e confusão mental. Nem sempre há rigidez na nuca, e o teste não pode ser feito por um leigo apenas ao baixar a cabeça – só um médico pode avaliar o quadro corretamente.

O diagnóstico “padrão ouro” ocorre pelo exame do líquor, líquido que banha o sistema nervoso. A cor do líquor já indica se a meningite é por bactéria ou vírus.

Vacinas

No Brasil, existem vacinas para todos os sorotipos de meningite, mas o sorotipo B está apenas no particular e custa, em média, R$ 500 a dose.

  • Vacina meningocócica C – indicada aos 3 meses, 5 meses e 1 ano de idade.
  • Vacina meningocócica conjugada ACWY – protege contra estes sorogrupos contidos na vacina. Indicada no primeiro ano de vida aos 3m, 5m e 7m com reforços entre 12 a 15 meses, entre 5 a 6 anos e na adolescência.
  • Vacina meningocócica do sorogrupo B – indicada para crianças a partir de 2 meses a adultos com 50 anos de idade contra a doença meningite B. No calendário de vacinação da SBIM está indicada para crianças aos 3m, 5m e 7m com reforço entre 12 a 15 meses de idade. Mas não temos no SUS.
  • Vacina pneumocócica – proteção contra meningites pneumocócicas. O esquema vacinal depende do grupo etário ao se iniciar a vacinação.
  • BCG – protege contra meningite tuberculosa e é aplicada em dose única nas primeiras 24 horas de vida.

Meningite bacteriana

Causada por duas principais bactérias: meningococo e pneumococo. Pode ser de sorotipos diferentes, por isso é dividida em letras: A, B, C, W e Y. Se a pessoa teve a meningite B, ela fica inume, mas pode ter as outras letras e isso acontece todas as outras.

O período de incubação é curto. Em poucas horas já começam os sintomas:

  • Febre
  • Fadiga, enfraquecimento
  • Dor de cabeça
  • Rigidez da nuca
  • Irritabilidade
  • Confusão mental
  • Vômito em jato
  • Manchas na pele

As pessoas também não conseguem fazer alguns movimentos por causa das dores, como encostar a cabeça no queixo e levantar a pernas, quando deitada.

O tratamento é feito com antibiótico.

Meningite tuberculosa

Causada pelo bacilo da tuberculose. Esse tipo não é transmissível. Os sintomas são os mesmos da bacteriana, mas não são tão agudos e por isso é mais difícil de descobrir. O tratamento é o mesmo da tuberculose.

Meningite viral

Vários vírus podem causar a meningite viral. Os sintomas são diferentes: confusão mental, discurso sem sentido, dor de cabeça. O tratamento é específico com antivirais e deve ser feito imediatamente.

Bem Estar

Apresentado por Mariana Ferrão e Fernando Rocha nas manhãs de segunda a sexta, o programa tem a participação fixa de médicos e de especialistas das mais diversas áreas.

O programa vai ao ar às 10h09, na Rede Globo

Sobre o autor | Website

Deixe um comentário

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.