Roberto Gómez Bolaños, criador de Chaves e Chapolin, completaria 86 anos neste sábado (21)

Publicidade

0

Roberto Gómez Bolaños, mais conhecido como Chespirito, nasceu na Cidade do México, no dia 21 de fevereiro de 1929. Bolaños foi um ator, escritor, comediante, dramaturgo, compositor e diretor de televisão mexicano. Ficou conhecido mundialmente pela criação das séries televisivas El Chavo del Ocho (Chaves) e El Chapulín Colorado (Chapolin), e com o Programa Chespirito que ganhou o título de o programa número 1 da televisão humorística, as quais lhe trouxeram grande prestígio e garantiram-lhe o reconhecimento como um dos escritores comediantes mais respeitados de todos os tempos.

No Brasil, Bolaños ganhou fama através da exibição de Chaves e Chapolin pelo SBT, que ainda exibe as duas séries. A primeira transmissão de Chaves pelo SBT foi no ano de 1984. A série do menino do barril ganhou os brasileiros e rendeu bons índices de audiência para o canal de Silvio Santos. Em 2005, circulou na imprensa brasileira a informação de que a Rede Globo teria feito uma oferta à rede mexicana Televisa para comprar os direitos de exibição de Chaves, seriado que vai ao ar no SBT há mais 30 anos. A intenção da Globo não seria exibir o programa, mas torná-lo mais caro ao SBT. No final, Silvio Santos saiu vitorioso e renovou os direitos de exibição junto à Televisa, já que a Globo não tinha a intenção de exibir o seriado, mas sim, impedir que o SBT o exibisse, já que Chaves incomodava a audiência global.

Bolaños faleceu em Cancún, onde morava nos últimos anos de sua vida, às 14:30 (horário local) de 28 de novembro de 2014, devido à uma parada cardíaca. A notícia foi divulgada pouco tempo depois por dois dos grandes veículos de comunicação do México: a CNN México, que foi o primeiro deles; e pouco tempo depois pela Televisa, emissora onde Bolaños trabalhou por muitos anos de sua carreira, mesmo assim a causa ainda não foi confirmada de imediato. Ele estava com sua esposa, Florinda Meza no momento de sua morte. O comediante sofria de problemas respiratórios crônicos e tinha mobilidade reduzida. No dia 29 de novembro o corpo foi levado por um carro fúnebre de Cancún até a Cidade do México, num cortejo até a sede da Televisa. No dia seguinte foi velado no Estádio Azteca, também na Cidade do México. No dia 1 de dezembro, o corpo de Roberto Gómez Bolaños foi enterrado no Panteón Francés, na Cidade do México.

Celebração no Brasil

No dia 21 de fevereiro, acontecerá em São Paulo o “Chespirito Day”, onde o ator e criador dos seriados mexicanos terá sua vida e obra celebradas com brincadeiras, jogos infantis e exibição de episódios clássicos. Além disso, serão realizados um concurso de fantasias e um quiz do “Chaves”, ambos valendo prêmios. O “Chespirito Day” será realizado na Rua Fiação da Saúde, 260, na Vila da Saúde, em São Paulo, a partir das 12h. O evento é gratuito. Aos fãs que participarem, pede-se que seja levado um quilo de alimento não-perecível ou um brinquedo, os quais serão doados para instituições beneficentes.

O evento “Chespirito Day” é uma realização do Sigam-me os Bons, organização sem fins lucrativos criada em 2013 para realizar iniciativas sociais que beneficiem as pessoas, unido os fãs de “Chaves” e “Chapolin”. A entidade foi criada pelo FórumChaves e pelo Fã-Clube Chespirito Brasil, as maiores comunidades de fãs das séries de Chespirito no Brasil, reunindo mais de 300 mil pessoas.

Compartilhar

Deixe um comentário