Saiba mais sobre os novos episódios de “A Escolinha do Professor Raimundo”

Publicidade

0

Com nota máxima no humor e na emoção, o elenco do especial “Escolinha do Professor Raimundo”, os autores Daniel Adjafre e Péricles Barros, a diretora geral Cininha de Paula, o diretor de gênero Ricardo Waddington e a diretora do canal VIVA, Leticia Muhana, receberam a imprensa na tarde da última quarta-feira (28) no Projac.

Os jornalistas puderam acompanhar parte da gravação e sentiram de perto a vibração da plateia que acompanhava ao vivo as histórias do Professor Raimundo e sua turma. Ricardo Waddington abriu o bate-papo falando sobre a parceria Globo e VIVA para homenagear o humorístico e personagens que fazem parte da história da TV e da memória afetiva do público: “Nós celebramos uma homenagem diante da obra gigante do Chico. São 25 anos de Escolinha. Conseguimos reunir um elenco espetacular”. Leticia Muhana também festejou a realização do projeto: “Já é uma parceria vitoriosa que começou no ano passado, quando apresentamos a ideia à Globo e, hoje, todos podem assistir ao resultado disso”, concluiu.

Ricardo ainda comentou a direção de Cininha de Paula: “Ela é especialista em Chico Anysio, foi diretora da Escolinha por oito anos, é uma profunda conhecedora dos personagens e conseguiu trazer isso de uma maneira sensível e emocionada”. Cininha emendou sobre estar de volta ao programa que marcou sua estreia como diretora-geral: “A Escolinha foi uma grande escola para mim. Chico era uma pessoa muito generosa. Ele fazia um personagem que era uma escada e dava respaldo para todas as demais estrelas. Sem dúvidas, merece essa homenagem”. A diretora ressaltou também a emoção de estar em família, ao lado do primo Bruno Mazzeo.

“Para mim, é uma mistura de sensações muito grande. Além da responsabilidade artística que é fazer um personagem tão forte da nossa dramaturgia, se trata do meu pai. Estou tão anestesiado que ainda não caiu a ficha. Ainda estou admirando tudo isso e quando vejo esse time todo reunido dá emoção muito grande de ver que valeu a pena tudo que meu pai fez nesses 80 anos de vida e 70 de carreira”, disse Bruno Mazzeo, filho de Chico Anysio.

Além de Bruno, todo o elenco estava visivelmente emocionado com a homenagem aos personagens que fizeram parte da história de cada um como telespectador. O sentimento de todos foi sintetizado pelo ator Marcos Caruso, intérprete de Seu Peru: “Acho que todos nós, brasileiros, somos “Anysianos”, somos “Raimundianos”, porque esse homem garimpou esses personagens no povo brasileiro. São personagens extremamente populares da nossa cultura e da nossa sociedade. Nós estamos homenageando e usando todas as ferramentas como atores: emoção, memória e técnica, com uma coisa a mais que é um sentimento chamado saudade. Nós temos a saudade dessa pureza, desse humor simples. Sinto que todos nós interpretamos com esse sentimento de saudade”, disse ele, comovendo os colegas.

Os autores Daniel Adjafre e Péricles Barros falaram sobre reescrever a Escolinha. “O programa foi uma referência desde a minha adolescência e contribuiu na minha formação de autor, especialmente de humor. Foi um desafio considerável porque tínhamos o desejo de fazer um programa a altura e, ao mesmo tempo, atual. Isso tudo sem perder as características de cada personagem”, disse Daniel. Péricles concordou com o parceiro e acrescentou: “É muito bom para mim poder voltar a circular e participar do universo tão associado a Chico, que foi minha primeira experiência aqui”.

O elenco escalado para a homenagem é formado por: Ângelo Antônio (Joselino Barbacena), Betty Gofman (Dona Bela), Dani Calabresa (Catifunda), Ellen Roche (Capitu), Evandro Mesquita (Armando Volta), Fabiana Karla (Cacilda), Fernanda de Freitas (Marina da Glória), Kiko Mascarenhas (Galeão Cumbica), Lucio Mauro Filho (Aldemar Vigário), Marcelo Adnet (Rolando Lero), Marcius Melhem (Seu Boneco), Marco Ricca (Pedro Pedreira), Marcos Caruso (Seu Peru), Maria Clara Gueiros (Cândida), Mateus Solano (Zé Bonitinho), Otaviano Costa (Ptolomeu), Otávio Müller (Baltazar da Rocha), Rodrigo Sant’Anna (Batista) e Fernanda de Souza (Tati).

O especial “Escolinha do Professor Raimundo” estreia dia 23 de novembro no Viva, em cinco episódios diários. O especial completo – com sete programas, dentre eles dois inéditos – irá ao ar aos domingos, a partir de dezembro, na Globo.

Compartilhar

Deixe um comentário