Programação da TV Bernardo Vieira

Sensacional – 24/05/2018: entrevista especial com Acelino Freitas, o Popó

Sensacional – 24/05/2018: entrevista especial com Acelino Freitas, o Popó

No Sensacional deste quinta-feira, dia 24 de maio, entrevista especial com Acelino Freitas, o Popó.

Um dos maiores boxeadores da história brasileira, Acelino ‘Popó’ Freitas é o entrevistado de Daniela Albuquerque no programa ‘Sensacional’ desta quinta (24). Durante a conversa com a apresentadora, o lutador fala sobre temas como a infância, família e o adeus aos ringues, defendendo ter pausado a carreira no momento certo.

“Já tenho 27 anos lutando e chega uma hora que o corpo, a mente, já não pede mais. O meu esporte não é um esporte suave, que joga bola para lá e para cá, que os caras bebem para caramba, bagunçam, vão para a noite e jogam, meu esporte é sério: é soco no fígado, no baço, na cabeça, então você tem que ter um prazo de validade, sim.

Atleta de esporte de luta tem um começo, um meio e um fim. Ou você deixa que o esporte termine com você ou você termina com o esporte, então foi melhor eu terminar com o esporte e parar bem, tendo saúde”.

Criado em uma família humilde, Popó também fala da relação com seu pai, que enfrentou problemas de saúde por conta da bebida e do cigarro. “Meu pai foi alcoólatra, morreu de enfisema pulmonar e câncer de garganta por causa do cigarro”, revive.

“A gente teve essa referência que não foi muito legal dentro de casa, então acho que eu quero ser homem igual ao meu pai, mas não fazer as coisas que ele fazia. A gente sabia que ele não era a pessoa que a gente via no nosso dia a dia, a gente sabia separar a bebida do homem”.

Questionado pela apresentadora se recebeu apoio dentro de casa quando iniciou a carreira, ele explica que o pai foi seu grande incentivador e que sua mãe apenas lhe deu permissão. “Até hoje minha mãe nunca assistiu uma luta minha. Ela pode até ir para o ginásio, mas fica no vestiário, no banheiro, nunca assistiu pessoalmente”.

Na conversa, Popó ainda revela a verdadeira motivação que tinha para a conquista de seu primeiro título mundial, em 1999. “Não era para ostentar ‘o campeão’, era para pagar uma casa fiada que eu tinha comprado para minha mãe também”, relembra o esportista.

“Isso nunca preencheu meu ego, não, porque não era uma coisa que eu queria ser famoso, que eu queria ser só o campeão, eu queria ser um exemplo de campeão. Quando você quer ser e coloca isso na soberba, você só se arrebenta, então para mim, eu só sei que sou campeão porque as pessoas falam, comentam, pedem autógrafo, foto, aquela coisa toda, mas sei que isso é passageiro”, completa.

Ao falar de sua vida pessoal, o boxeador relembra os namoros com famosas, como Helen Ganzarolli, detalha a relação com a atual noiva e destaca a importância de sua ex-mulher, Eliana Guimarães, em suas conquistas. “Tive um casamento muito bom, foram 12 anos casado. Hoje minha ex-mulher Eliana é minha melhor amiga. (…) Tudo o que eu sou e tudo o que eu tenho foi por causa dela”, finaliza.

Tudo isso e muito mais você pode conferir logo após o “TV Fama“, começando a partir das 22h45, na RedeTV!.

Sobre o autor | Website

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.

Deixe um comentário

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.