Programação da TV Bernardo Vieira

Carcereiros – 11/10/2018: Adriano precisa se manter firme em seus propósitos

Carcereiros – 11/10/2018: Adriano precisa se manter firme em seus propósitos

No episódio de retorno da primeira temporada da série Carcereiros nesta quinta-feira, 11 de outubro, Adriano precisa se manter firme em seus propósitos.

Os interesses próprios, por vezes, podem fazer com que as atitudes de uma pessoa sejam colocadas em xeque. Adriano (Rodrigo Lombardi) procura sempre se pautar pelo profissionalismo, mesmo que sua vida esteja em risco. No dia em que recebe um novo detento na Vila Rosário, ele se vê envolvido em um acerto de contas que pode terminar em tragédia. A trama marca a volta de ‘Carcereiros’ à TV, no episódio que dá continuidade à 1ª temporada da série.

Este novo presidiário é Monstro (Matheus Nachtergaele), um sujeito franzino, que tem até o medo em sua expressão corporal, mas que é condenado por pedofilia. Na penitenciária, criminosos como ele não são bem recebidos pelos demais, porém, neste caso, quem está ali, entre grades e cadeados, é Batistão (Chico Diaz), pai de uma menina de seis anos que sofreu nas mãos do pedófilo. É chegado o momento de vingar toda dor e sofrimento pelos quais sua filha teve de passar.

Não está nos planos de Adriano permitir que isso aconteça, ainda que ele também seja pai e entenda os motivos de Batistão. E isso envolve, inclusive, prezar pela vida do algoz de seu sobrinho, que também trabalhou como carcereiro e foi assassinado diante de seus olhos. Há muitas razões e justificativas que podem influenciar a sua escolha, e pouco tempo para defini-la.

Vale lembrar que além dos 12 episódios já disponíveis no Globoplay, outros três, inéditos, serão lançados para assinantes na plataforma também no dia 11, totalizando 15 episódios da primeira temporada.

Tudo isso e muito mais você pode conferir logo após mais uma exibição de um novo capítulo de Segundo Sol, por volta das 22h20.

Sobre o autor | Website

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.

Deixe um comentário

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.