SP: Prefeito de Tupi Paulista responde polêmica de show com Munhoz e Mariano

Publicidade

0

O N10 chegou a noticiar nesta quarta-feira (12) uma possível polêmica iniciada após um atraso de um show da dupla Munhoz e Mariano. Porém, o outro lado da história apareceu e o prefeito de Tupi Paulista, cidade onde acontecia o show em questão numa feira de exposições, Osvaldo Benetti criticou arduamente a atitude dos sertanejos, chamados por ele de mal educados, arrogantes, desmentindo todos os boatos em uma rede social. Confira parte da nota divulgada:

[…] Nas três noites anteriores ao sábado, noite das estrelas maiores e mais brilhantes do mundo sertanejo, me refiro a Munhoz & Mariano, tudo ocorreu dentro da normalidade: Prova dos Três Tambores, Montarias em Touros e Cavalos, como também os Shows que tiveram inicio todos eles em torno das 0h00, com boa presença de público e sem nenhum incidente, tais como brigas ou confusões, entre comissão organizadora, pessoas do rodeio ou artistas presentes ao evento.
Isso tem de ser levado em consideração.
Não posso deixar que estes tristes fatos diminuam ou determinem o final desta grandiosa e vitoriosa festa. […]
Sabemos da grandeza desta Fantástica e Milionária Dupla Sertaneja, digo Munhoz & Mariano. Tanto isso é verdade que os mesmo só vieram até Tupi Paulista pelo fato da própria comissão organizadora ser fã destes iluminados artistas. Reconhecemos o seu talento, e como muitos outros brasileiros fãs do estilo sertanejo, compramos os seus DVDs e CDs, fazendo os mesmos, de forma merecedora, angariar verdadeiras fortunas.
[…] nos dias 5, 6 e 7 de Agosto a festa transcorreu dentro de toda a normalidade e segurança que o evento exigia, sucesso de público, rodeios magníficos, piro musical e shows sendo iniciados dentro do horário previsto.
Não posso dizer o mesmo do dia 8 de agosto, dia mais que especial para a nossa festa, fechamento de um trabalho de meses sendo coroado com um dos maiores shows sertanejos do nosso país, oh Glória !!!
Comissão Organizadora pronta e motivada na manhã de sábado, venda recorde de ingressos, agito na cidade e região, tudo pronto para receber e coroar com brilhantismo a nossa EXPOTUPI.
AI COMEÇARAM OS PROBLEMAS.
O contrato dizia que a equipe técnica de som, luz e montagem de palco, iniciaria seus trabalhos as 14h00 do sábado, 8 de agosto. Estávamos todos no recinto, aguardando ansiosos a chegada das carretas da famosa e milionária dupla. Para nossa surpresa e desapontamento a mesma entrou no recinto as 17h35. Sem problema, imprevistos acontecem!!! 
Reunimos toda a equipe que foi contratada para ajudar a descarregar e carregar os equipamentos citados, equipe esta que estava no recinto desde as 12h do dia do show, aguardando o horário previsto para o trabalho.
A Comissão Organizadora foi surpreendida por dois pedidos inesperados da dupla. O cantor e astro Mariano queria que fosse aberta uma academia de ginástica exclusivamente para ele fazer suas atividades físicas. De pronto, e através dos bons relacionamentos que mantemos em nossa cidade, atendemos ao seu pedido.
Em seguida o cantor Munhoz disse que queria jogar futebol, mas o jogo não poderia ser em Tupi Paulista, pois o assédio dos fãs seria muito grande. Neste mesmo momento, membros da comissão organizadora conseguiram marcar um bate bola em uma cidade vizinha, atendendo ao pedido do cantor.
As 20h abriram-se os portões da mais badalada e comentada festa da região. As filas se formavam por quarteirões, mostrando o quanto houve comprometimento da comissão organizadora em levar o nome destes fantásticos artistas a toda a região e até fora do estado de São Paulo. […]
Começaram os problemas. Como disse anteriormente, eles sempre existirão, e sempre será necessário pessoas para resolve-los.
Como os equipamentos e os técnicos da dupla, chegaram atrasados, era de se esperar que não tivessem tempo hábil para montar e testar suas luzes e sons no prazo previsto. Desta forma retardamos o inicio do rodeio, para que a equipe tivesse mais tranquilidade para realizar o seu trabalho com perfeição.
Como muitos que amam o mundo do rodeio puderam presenciar, durante vários momentos do espetáculo citado, aconteceu de cortar os microfones do comentarista Celso Russo, estrela também de brilho internacional, outras vezes foram cortados os microfones dos narradores de rodeio, inclusive do nosso querido amigo e tupiense Japonês Preto. As luzes da arena algumas vezes foram apagadas, prejudicando o bom andamento do rodeio, motivo maior de nossa festa. Amazonas da prova dos três tambores caíram por falta da iluminação, montarias tiveram que ser repetidas, mas, imprevistos acontecem e vão continuar acontecendo, faz parte da vida de quem realiza.
Ninguém pode imaginar a pressão que sofremos, destes que também são maravilhosos artistas do mundo do rodeio, e da mesma forma e grandeza merecem o nosso respeito e admiração. Talvez eles não tenham acumulado a mesma fortuna, e nem o mesmo sucesso e brilhantismo da dupla espetacular e milionária Munhoz & Mariano. Mas mesmo assim procuramos atendê-los de forma digna e merecedora, basta ouvir ou perguntar aos mesmos como foram tratados durante os quatro dias de festa em nossa cidade.
O Contrato dizia que a famosa dupla, merecedora de todo o crédito, deveria estar no recinto às 23h59 do sábado, 8. Como relataram em seus depoimentos em palco e através das redes sociais, chegaram ao recinto em torno das 22h40. Ótimo, Perfeito, diria até Magnífico, chegar antes para atender aos seus fãs… Sem comentários… Pois bem, a verdade não é bem essa!! O seu Produtor, cujo nome me foi dado como Alberto, disse assim que chegamos ao camarim, preparado e decorado de acordo com contrato estabelecido: “AQUI NÃO TEM PREFEITO, NEM COMISSÃO ORGANIZADORA, AQUI QUEM MANDA SOU EU!!!” 
Para minha surpresa e de muitos que estavam presentes no local, foi um misto de espanto, surpresa e indignação, pois se estavam ali, é porque o Prefeito e a Comissão Organizadora os havia contratado. 
Fui chamado para entrar no camarim e tirar fotos com os famosos sertanejos, muita atenção e carinho me foi dado. Logo após desci rapidamente pois teria que entregar a premiação do rodeio aos nossos corajosos e destemidos e porque não dizer merecedores peões. Quando estava saindo do local, uma amiga e moradora de Tupi Paulista me abordou e pediu para que eu voltasse ao camarim e dissesse ao Alberto, que o DODI havia agendado para ela (Mãe) e a filha, que tirassem uma foto com a famosa dupla. Eu disse a ela que o clima não era bom!! “Estão estressados lá em cima”, mas ela insistiu, e eu como amigo e prefeito atendi ao seu pedido. 
Para minha surpresa, e de muitos que estavam presentes, o tal Alberto, novamente gritou: – Eu não vou lhe atender novamente!! 
Eu parei perplexo ao seu lado e lhe disse que não esta ali por mim, mas sim por uma mãe amiga de sua equipe, que disse que o Dodi havia agendado para ela e a filha uma foto com os meninos. 
O produtor, na presença de muitos gritou: – O Dodi não manda nada, eu é que determino quem entra e quem sai do camarim… Desafiado pela falta de educação, profissionalismo e arrogância do todo poderoso, me retirei do local e disse à mãe Renata que ela havia me colocado “numa fria”, e relatei os fatos, nervoso e muito irritado pela falta de respeito e consideração. 
Saí do local e fui ate a barraca da comissão, onde me recompus, para não estragar o espetáculo que seria apresentado ao grande público presente. Mas confesso, muito decepcionado. 
Não foi surpresa quando parte da comissão retornou dizendo que os mesmos haviam se negado a tirar fotos com o restante da equipe que organizou a festa, fato inédito em todas as vezes que fui prefeito. Havia centenas de fãs, inclusive nós, mas poucos foram atendidos.
Diante do atraso ocasionado em parte pela própria equipe técnica da milionária dupla, e problemas ocorridos durante o evento, tivemos um atraso para iniciar o show. Não poderíamos e não o fizemos como foi proposto pela dupla, isto é, parar o Rodeio e iniciar o show, e após voltar ao rodeio. Tenho certeza da grandeza deste povo e de toda a equipe que faz o rodeio, estes não são menos merecedores de nosso respeito e admiração, apesar de todo o sucesso da dupla. 
Foi lamentável o estresse causado pela famosa dupla Munhoz & Mariano à toda equipe de organização do evento, onde não parávamos de receber recados dizendo que cortariam musicas se o show não começasse imediatamente. Preocupados e muito nervosos fizemos uma rápida e veloz entrega da premiação aos peões, o piro musical, tão esperado pela sua beleza, ficou diminuído diante da necessidade iminente de começar o show. 
Se tudo isso não bastasse, ainda fui obrigado a ouvir que “esta cidade de m… e este rodeio de b… está pensando o que para fazer Munhoz e Mariano esperar tanto tempo”.
Mais uma vez me recolhi, como homem e prefeito, guardei a minha raiva e me humilhei diante dos fatos, para não estragar o brilhantismo de nossa festa. Detalhe, tudo isso antes do Show.
Alivio, felicidade, explosão, a Famosa Dupla entra no palco, mas para nossa surpresa diante dos fatos anteriormente acontecidos, os mesmos tocam uma música, e o cantor Munhoz dispara sobre a comissão organizadora o cárcere deles no camarim, a multidão vibra !!! Diz que isso os incomodou, pois sabiam que havia crianças no recinto e que o horário não poderia lhes proporcionar estar próximos de seus fãs. Arremessou contra pessoas honestas, trabalhadoras e comprometidas com o evento uma enxurrada de vaias e aplausos. Perplexo, não acreditei no que via, muito menos a competente comissão organizadora, depois de toda luta, lágrimas e muito empenho, vaiados por uma pessoa que não teve a humildade de pelo menos assumir em parte a culpa pelo atraso de sua equipe técnica. 
Grande show, sucesso, prosperidade a esta dupla, multidão feliz… Comissão reunida e determinada a conversar com o cantor Munhoz, e de forma educada pedir a ele que não mais desmerecesse o rodeio, pois ele proporciona verdadeiras fortunas aos seus bolsos; e que não mais falasse de pessoas dignas e honestas que cumpriram de forma integral o pagamento contratado, mais a portaria e os seus deslocamentos. 
Solicitei ao segurança que só a comissão subisse ao palco, contudo, quando abordei o ilustre sertanejo pedindo a ele dois minutos de conversa, o mesmo me tratou de forma desrespeitosa e arrogante, dizendo que não iria falar comigo. Neste momento o seu segurança particular me empurrou a ponto de quase cair da parte de trás do palco, atingindo minha honra e de toda a população tupiense. Em um gesto de desabafo e defesa do nome da minha cidade, que foi chamada de M…, e nossa tão bem organizada festa de B…, perdi meu equilíbrio diante dos fatos. 
Como Prefeito não deveria ter o feito, mas como Homem que ama, respeita e respira esta comunidade, fui ao meu limite máximo. Reconheço algumas falhas, mas tenho certeza que fizemos o melhor pela nossa cidade. 
Gostaria de salientar a maldade proferida por uma cidadã tupiense, ao narrar que tudo foi uma verdadeira baixaria, dizendo que foi dado um murro no cantor Munhoz e que os vidros da Van foram quebrados. Os fatos foram filmados e documentados e é possível ver que não houve agressão física, muito menos quebra de vidro do veículo. 
Não sou perfeito e nem pretendo ser, mas sou homem de fibra, de sangue nas veias, e muito comprometido com as minhas responsabilidades, defendo e sempre defenderei a honra e a grandeza de minha querida e amada Tupi Paulista. 
Tudo o que foi relatado é testemunhado por pessoas que acompanharam os fatos. Antes e após o show. 
O texto em questão vem de meu próprio punho, desabafando toda esta corrente negativa que nos cercou e humilhou. Os fatos aconteceram, as historias permanecerão, mas de forma alguma perderemos a nossa Hombridade e a nossa Fé. Aqui em nossa cidade, acolhemos e respeitamos a todos, mas não venham desmerecer o nosso povo, esta cidade é feita de homens e mulheres dignas de toda a consideração. Não nos curvamos a homens, somente a Deus.

 

Compartilhar

Deixe um comentário