Programação da TV Bernardo Vieira

The Love School – 29/09/2018: programa discute as razões da traição

The Love School – 29/09/2018: programa discute as razões da traição

No The Love School deste sábado, 29 de setembro, o programa discute as razões da traição.

O casal Fabio e Patrícia enfrenta a dor da traição dentro do relacionamento. Ele, no dia a dia, passou a deixar a esposa de lado e também não dava valor a algumas de suas necessidades. Ela, carente, acabou encontrando o “ombro amigo” do próprio chefe e passou a ter um caso com ele. Em 2013 este casal esteve no LABORATÓRIO, mas não contou sobre a traição, preferiram esconder, então acabaram não tratando do problema mais grave que afetava o casal. Os dois começaram a frequentar as palestras e Patrícia resolveu contar toda a verdade para o marido. Só assim, o casal conseguiu reencontrar o rumo da felicidade.

Mas Cristiane e o Renato abordam a falha de caráter e fragilidade da Patrícia que por ter “necessidades” não tratadas, acabou deslizando. Outro tema abordado no programa é o Escola do Amor Responde. A aluna traz à tona o assunto do marido acomodado, que não vai à luta e deixa tudo nas costas dela. Os apresentadores fazem um tratamento de choque mostrando que para sair deste estado de lerdeza é preciso papo reto e direto sobre o assunto. E, em muitas vezes, até atitudes mais drásticas e estratégicas.

E por fim, o The Love School também aborda o tema muito em moda nos dias de hoje: “ficar”. Tem uma geração que só quer saber de curtir. Para falar sobre isto, o palestrante Walber, que também faz apresentações do Namoro Blindado nas escolas, foi até uma república de universitários para ouvi-los e saber como se comportam nos relacionamentos e o que pensam na prática. Os garotos disseram que ficam mesmo e que este ‘test drive’ é importante, mas reconhecem que a facilidade em “ficar” dificulta o compromisso mais sério.

O programa é exibido por volta das 12h na RecordTV.

Sobre o autor | Website

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.

Deixe um comentário

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.