Vera Fischer interpretará delegada em filme sobre tortura policial

Publicidade

0
Vera Fischer (Foto: Portal O Sul)

Na madrugada de 10 de agosto de 1996, homens armados assaltaram e mataram frequentadores de uma choperia em Moema, Zona Sul de São Paulo.

Pressionada por uma forte reação da sociedade, que protestou contra a falta de segurança e criou um movimento chamado “Reage São Paulo”, a polícia civil respondeu rápido e prendeu negros e pobres da periferia e os anunciou como autores dos crimes.

A Justiça decretou a prisão preventiva desses jovens, com ampla divulgação da mídia. Todos eles eram inocentes!

Esse é o pano de fundo de Bodega, título provisório do longa metragem que será dirigido por Tristan Aronovich (*Black&White”, “Alguém Qualquer”) e José Paulo Lanyi (produtor executivo de “Real- O plano por trás da história”), que também é produtor associado e assina o roteiro do novo filme, livremente baseado na história verdadeira.

No elenco, está prevista a participação de Vera Fischer (“Navalha na Carne”, “Quilombo”), que interpretará uma delegada de polícia, e, também, de Milhem Cortaz (“Tropa de Elite”, “Carandiru”), André Ramiro (“Tropa de Elite”, “Última parada 174”) e do ex-músico dos Titãs e ator Paulo Miklos (“O Invasor”, “É proibido fumar”).

Misérias atuais

“Há muitas razões para fazer esse filme”, diz o diretor Aronovich: “A luta contra a hipocrisia de que não existe preconceito, intolerância e discriminação racial no Brasil; o lado violento e corrompido da polícia; a ode a heróis invisíveis, como o promotor do caso real, Eduardo Araújo da Silva; o gênero thriller policial, investigativo, que é pouco explorado no Brasil; e o roteiro sólido, tão bem escrito. O que está no papel já é um filmaço”, explica.

Para Lanyi, o longa trará de volta um debate esquecido sobre as injustiças cometidas naquela época. “Infelizmente, o que aconteceu com aquelas pessoas ainda está presente no dia a dia de tantas outras. Não vamos deixar essa sujeira ficar esquecida debaixo do tapete da história. E será uma abordagem que ajudará a lançar um olhar mais profundo sobre as misérias atuais”.

Esse é o mesmo pensamento da produtora e atriz Luciana Stipp, sócia de Aronovich na LAFilm. ”A produção desse filme é importantíssima. O cinema ajuda a promover a justiça e a tornar a sociedade mais justa e coerente.”

O produtor executivo Emerson Luciano Jussiani (diretor de produção de “Amazon Adventure 3D” e “Real – O plano por trás da história”) afirma que o longa tem grande potencial de transformação da sociedade. “O cinema é uma arte que tem o poder muito grande de divulgar e de cobrar. Lembra o público de que, de tempos em tempos, as pessoas que deveriam nos proteger nos aterrorizam, com decisões equivocadas, preconceituosas e arbitrárias”.

Bodega está em fase de captação de recursos e será rodado em São Paulo.

Conheça detalhes da história real clicando aqui.

Compartilhar

Deixe um comentário