Vou Pro Sereno é atração na Feijoada do Cacique de Ramos nesse domingo

Publicidade

0
Foto: Bruno Henrique

O Vou Pro Sereno ou “VPS”, como chamam os fãs é a atração principal da tradicional feijoada do Cacique De Ramos, berço e local da nata do pagode. A tarde contará ainda com as participações de Tuninho Jr

A banda, que na verdade criou um encontro nos dias de feriados entre amigos, familiares e quem quisesse chegar, quando se deu conta, já concentrava milhares de pessoas pro que ganhou o nome da música atual de trabalho. “Por ser à tarde e alguns amigos não terem “Nada Pra Fazer”, juntamos os amigos e fomos batucar, assim que começou”. Conta Júlio César (pandeiro e voz).

Formado ainda por Alex Sereno (Tantã e Voz), Paulinho (Reco-reco e Voz) e Rodrigo Sereno (Violão e Voz), o quarteto explodiu nacionalmente a música e a roda começou atrair amantes do samba, além de muitos sambistas, como Xandy de Pilares, Mumuzinho, entre outros.

A batucada dos cariocas ultrapassou as fronteiras do Rio e ganhou o Brasil, já passou por Recife, Mato Grosso, Bahia, São Paulo, Espírito Santo, Porto Alegre e já tem data marcada em Manaus, Belém, entre outras cidades do país.

Enganam-se quem acha que o grupo é novo na estrada. Formado em 1997, já contam 20 anos de palcos. Surgiu como Sereno, que entre muitas andanças e shows, se apresentou por dois anos consecutivos numa tradicional casa da zona norte carioca.

Chacal Do Sax, Jonathan Fernandes Vieira, do samba ao funk, o carioca nascido e criado no subúrbio, na comunidade Barro Vermelho, complexo do Lins, mantém uma escolinha de futebol.

Atualmente mora em Anchieta e cada vez mais requisitado no mundo do samba, com o seu saxofone, chama a atenção ao tocar clássicos do samba. Começou a carreira tocando em portas de lojas do Méier, em troca de R$ 30 por dia, teve sua vida mudada, quando conheceu Neguinho da Beija-Flor, que em 2010, o convidou para uma excursão musical pela Europa. Daí em diante, trabalhou com vários artistas, como o grupo Fundo de Quintal.

Conheceu o saxofone em 1996, na Fundação Darcy Vargas, na Saúde, onde estudou. Fez parte de uma banda marcial, mas minha carreira só começou em 2009, quando sua mãe, mesmo vivendo de salário mínimo, comprou o instrumento, pagando em várias prestações.

Tuninho Jr, iniciou sua carreira aos 14 anos, na escola mirim Aprendizes do Salgueiro, onde ficou por cinco anos. Em 2010, recebeu o convite da presidente Regina Celi para integrar o carro de som do Acadêmicos do Salgueiro, onde está até o momento.

O jovem cantor também já participou dos carnavais em Manaus como intérprete oficial e em São Paulo na Águia de ouro e Imperador do Ipiranga como cantor de apoio.

O vou Pro Sereno se apresentará a partir das 15 horas e em seu repertório, além dos sucessos nacionais como “Nada Pra Fazer” e a já tocada em todo o país, “Me Desculpe A Franqueza”. A apresentação do VPS é marda principalmente, pela energia do público, que dita na verdade o repertório do show, que claramente é um tributo ao samba, aos mestres e quem esta no local.

Os portões serão abertos a partir das 13 horas. A entrada é franca e para desfrutar da tradicional feijoada, o valor é de R$ 25.

Compartilhar

Deixe um comentário